Ex-prefeito critica Mauro por aumentar em R$ 90 milhões gasto com pessoal

Ao contrário do que se esperava o prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB), inchou a máquina pública comprometendo o orçamento e consequentemente prejudicando a capacidade de investimento do município. Esta é a avaliação do ex-prefeito Wilson Santos (PSDB), com quem Mauro travou duas disputas eleitorais, em 2008, quando foi derrotado pelo tucano, e em 2010, onde Wilson e Mauro concorreram ao governo do Estado.

Em entrevista a Éder Moraes, apresentador do programa “Fatos e Versões”, da TV Cuiabá, canal 47, o ex-prefeito disse que a folha do município saltou de R$ 31 milhões, em dezembro de 2012, para R$ 38 milhões aproximadamente, no primeiro ano de sua gestão, ou seja, segundo ele houve aumento de R$ 7 milhões por mês, significa R$ 90 milhões por ano e R$ 360 milhões no mandato. “Isto não é comportamento de gestão empresarial, é a repetição de gestões tradicionais”, completou Wilson Santos, criticando o modelo de administração do prefeito Mauro Mendes.

“Ele deveria diminuir o tamanho do gasto público municipal para aumentar a capacidade de investimento do município. E o que ele fez? O contrário. Aumentou ou número de secretarias e DAS [comissionados]”, explicou.

Segundo o tucano muito se esperava do atual prefeito, principalmente pelo perfil empresarial de Mendes. “Eu reduzi 30% do número de DAS, segurei o máximo que pude e, depois que as coisas começaram a andar com mais normalidade, recriei alguns órgãos. E o que me surpreende, na gestão de Mauro Mendes, é uma coisa: na minha concepção, ele veio para fazer uma gestão empresarial, e não está fazendo”, questionou.

No programa, Wilson ainda destacou que durante seu mandando (cinco anos e três meses), foi o responsável por regularizar os salários atrasados dos servidores [três meses] e fazer grandes obras, como a duplicação da Avenida das Torres, grande marco do seu mandando e elogiado recentemente por Mauro Mendes. Via O Documento

Responder

comment-avatar

*

*