Ex-prefeito de MT é condenado a 36 anos por abusar de crianças

Vítimas teriam entre sete e 11 anos, segundo denúncia do MPE. Ex-prefeito administrava o município de Dom Aquino e chegou a ser preso.

A Justiça condenou o ex-prefeito de Dom Aquino, Eduardo Zeferino, a 34 anos e seis meses de prisão pelo crime de estupro de vulnerável. Os supostos abusos sexuais teriam ocorrido em 2011, quando o réu atuava no cargo, contra crianças de 7 a 11 anos de idade, moradoras da cidade, que fica a 172 km de Cuiabá. A decisão é da juíza Maria Lúcia Prati, da Primeira Vara da Comarca do município.

A defesa do ex-prefeito informou ao G1 que vai recorrer da decisão no Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT). Também contestou a sentença ao alegar que à época da denúncia, o crime era considerado atentado violento ao pudor e, não, estupro de vulnerável, como é tratado atualmente. Dessa forma, segundo o advogado Paulo Bodóia, a pena seria menor.

O processo corre em segredo de Justiça. De acordo com a denúncia do Ministério Público Estadual (MPE), as investigações iniciaram em julho de 2011, com base nos relatos das mães das crianças. As vítimas e outras pessoas ligadas ao prefeito também teriam confirmado o fato.

O então prefeito chegou a ser preso por determinação da Justiça e ficou um mês na Penitenciária Central do Estado, em Cuiabá, antigo Pascoal Ramos. Ao ser questionado sobre as denúncias, ele negou as acusações e foi solto após obter habeas corpus. FOTO Eduardo Zeferino/ G1 MT / KELLY MARTINS

Responder

comment-avatar

*

*