FEIRANTES ENTREGARAM ABAIXO ASSINADO PEDINDO RETRATAÇÃO DA VIGILÂNCIA SANITÁRIA

Em função de uma matéria publicada na imprensa no final de janeiro passado, os feirantes da Feira do Produtor Olívio Scapini protocolaram um abaixo assinado  junto a Vigilância Sanitária do Município. O manifesto foi subscrito por 37 feirantes e tem o seguinte teor:

“Exmo. Sr. Giovanny Heinen, Coordenador da Vigilância Sanitária do Município de Canarana – MT. Nós, abaixo assinados, feirantes da Feira do Produtor Olívio Scapini, vimos por meio deste protestar veementemente contra o que foi escrito no Jornal O Pioneiro, edição do dia 01 de fevereiro de 2014, a respeito de doenças alegadas pela equipe da Saúde de Canarana. De maneira especial queremos contestar o que foi dito pela Coordenadora Marisa de Quadros da Silva durante a reunião realizada na Feira no dia 22 de janeiro, querendo imputar aos feirantes a responsabilidade do aumento do número de ocorrências de DTA (Doenças Transmitidas por Alimentos) que estaria acontecendo nas creches.

Queremos deixar claro que se trata de um grande equívoco da parte da Coordenadora Mariza, pois nenhum feirante vende seus produtos junto às creches. E se realmente existem esses problemas e querem proceder corretamente devem fiscalizar a qualidade dos produtos nos estabelecimentos onde são adquiridos. É bom todos saberem que os feirantes são comprovadamente caprichosos, cuidadosos, responsáveis e com práticas corretas que podem até ajudar os que só tem teoria e talvez conheçam pouco da prática.

Tendo em vista a larga experiência na produção e manipulação de todos os itens oferecidos na feira de Canarana, asseguramos aos nossos consumidores que nossos produtos são de boa qualidade e sem agrotóxico, pois acreditamos no labutar na terra para tirar o nosso sustento.

Em vista do acima exposto, pedimos uma urgente retratação por parte da equipe de coordenadores que se pronunciaram descriminatoriamente contra os feirantes, tanto na reunião realizada na Feira como na matéria redigida pela assessoria de imprensa da Prefeitura, que foi veiculada no Jornal O Pioneiro e no site da Prefeitura, pois os feirantes estão se sentindo altamente prejudicados por tais declarações.

Canarana, 09 de fevereiro de 2014 (Ob: 37 feirantes assinaram este manifesto)”

FEIRANTES - 28A matéria publicada pela imprensa sob o título: Palestra sobre vigilância sanitária é dada a feirantes, contém o seguinte conteúdo:

Na quarta-feira (22/01), a Secretaria Municipal de Saúde de Canarana, através do departamento de Vigilância Sanitária, realizou uma palestra e também uma reunião na Feira do Produtor Olívio Scapini, com feirantes e expositores. O assunto discutido foi as Boas Práticas para Serviço de Alimentação, baseada na RDC (Resolução da Diretoria Colegiada) nº 216/2004 da ANVISA.

Ministrada pelo coordenador da Vigilância Sanitária, Giovanny Heinen, a palestra foi realizada devido ao aumento do número de ocorrências de DTA (Doenças Transmitidas por Alimentos). Seu objetivo foi auxiliar os feirantes como preparar, armazenar e vender os produtos de forma adequada, higiênica e segura, além de oferecer alimentos saudáveis aos consumidores. Tudo foi aplicado de acordo com o cumprimento das regras da Vigilância Sanitária, mostrando que o trabalho do manipulador no processamento dos alimentos é essencial para garantir a melhor qualidade deles e proteger a saúde de quem os consomem.

Durante a reunião também houve questionamentos a respeito do comércio de aves, sobre a maneira correta de vender as mesmas. Ficou decidido que no interior da feira somente poderão ser vendidos animais abatidos, embalados e corretamente armazenados. Os animais vivos permanecerão à venda na parte externa do local, evitando-se assim que haja sujeira e contaminação na parte interna da feira.

                Participaram da reunião a equipe da Vigilância Sanitária, a coordenadora da Vigilância em Saúde, Mariza de Quadros da Silva, e o coordenador do Sistema de Inspeção Municipal, Guilherme Junior Pozzobon. Lembrando que esse encontro será realizado periodicamente, a fim de garantir uma prática adequada dos feirantes com os alimentos.

(Assessoria da Prefeitura)

Responder

comment-avatar

*

*