Fiscais flagram caça e pesca ilegais

RIBEIRÃO CASCALHEIRA – Uma ação de fiscalização ambiental, localizou acampamento de caça e pesca, na área de preservação permanente do rio São João, no município de Ribeirão Cascalheira. Foram apreendidos 57 cães de caça da raça Foxhound, e nove pessoas foram autuadas por caça e pesca ilegal. Agentes do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e da Secretaria Estadual de Meio Ambiente(Sema/MT), com o apoio da Polícia Militar, receberem a informação de que caminhões com cavalos e cachorros estavam se dirigindo para a região da Terra Indígena Pimentel Barbosa. As equipes chegaram ao interior da Fazenda Barra do Dia onde localizaram um grande acampamento com 11 homens, 08 cavalos e 57 cães de caça. O grupo era composto por empresários de Minas Gerais e São Paulo, e um policial militar paulista aposentado. Eles detinham uma grande estrutura contendo caminhões, caminhonetes, barco com motor, armamento, apetrechos de caça e pesca, além de rastreadores (pessoas pagas para monitorar e informar sobre a presença de fiscais).

Além de uma grande tenda havia 15 barracas individuais que indicavam a existência de outros 6 caçadores, que não foram localizados naquela abordagem. No acampamento foram encontradas partes de peixes e de animais silvestres, além de fotografias mostrando animal selvagem abatido. O grupo foi acusado de crime ambiental passível de detenção de seis meses a um ano, e multa. Por não possuírem carteira de pesca profissional ou amadora, os empresários foram autuados por pesca sem licença. O barco a motor, varas de pesca com carretilhas e demais apetrechos foram apreendidos. Os responsáveis pela fazenda deverão ser responsabilizados por permitir caça e pesca.Escrito por Inácio Roberto Interativa FM

Responder

comment-avatar

*

*