Fiscalização de Carnaval no Vale do Araguaia

 

Os fiscais da Semarh vão estar nas vias de acesso ao Rio Araguaia durante o Carnaval para combater a pesca e caça predatórias

Os fiscais da Semarh vão estar em cinco postos de fiscalização durante o Carnaval. Os locais ficam nas vias de acesso ao Rio Araguaia e a intenção é combater a captura, armazenamento, transporte e comércio predatórios de animais que ameaçam o rio a cada feriado prolongado. O trabalho começa hoje e vai durar até o dia 23, quinta-feira, um dia após o feriadão e quando muitos turistas retornam para casa.

A Semarh escalou 28 servidores para participar da ação. Eles foram divididos em dez equipes, sendo duas em cada ponto de fiscalização. Os postos vão ficar nas cidades de Santa Fé, Aruanã, Bandeirantes e nos rios Tesoura, entre Mozarlândia e Nova Crixás, e Verdinho, entre Luiz Alves e São Miguel do Araguaia.

O Rio Araguaia possui 2.114 quilômetros de extensão e é um dos rios mais piscosos do mundo, ou seja, apresenta alto volume de peixes, assim como de espécies disponíveis. A ouvidoria da Semarh recebe, constantemente, denúncias de pesca predatória e caça de animais silvestres durante os feriados prolongados, na região do Vale do Araguaia. Nesta época aumenta muito o volume de turistas nos municípios banhados pelo rio e é preciso intensificar a fiscalização.

A operação vai reforçar as blitze terrestres e aquáticas, mantendo equipes fixas nos postos de fiscalização. Barreiras móveis também vão ser implantadas em locais estratégicos. Participam da ação, também, representantes do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e do Batalhão Ambiental da Polícia Militar.

assessoria

Responder

comment-avatar

*

*