Força-tarefa quer reduzir 40% dos focos de dengue em MT, diz governo

Mutirão será realizado em Cuiabá e Várzea Grande por prazo de 60 dias.
Cidades vão receber caminhões, pás carregadeiras e retroescavadeiras.
Dengue em Cuiabá (Foto: Lenine Martins/Secom-MT)Cidades vão eliminar focos de dengue
(Foto: Lenine Martins/Secom-MT)

Uma força-tarefa pretende reduzir pelo menos 40% dos focos de dengue no estado de Mato Grosso com ações prioritárias na capital Cuiabá e também em Várzea Grande, cidade que compõe a região metropolitana. As duas cidades vão intensificar os trabalhos de limpeza urbana nesta semana, com os maquinários que serão entregues nesta segunda-feira (16) pelo governo do estado.

O mutirão será realizado nas cidades por um prazo de 60 dias. Durante esse período será coletado o chamado “lixo da dengue”, ou seja, todos os tipos de recipientes que possam acumular água e servir de criadouro para o mosquito. As retroescavadeiras vão trabalhar na limpeza dos córregos e todos os locais onde houver água acumulada.

A entrega dos equipamentos será feita oficialmente, às 8h, durante reunião do Comitê de Combate a Dengue, que será realizada na Secretaria das Cidades. O estado está participando dessa força-tarefa atendendo a uma solicitação dos dois municípios, que na semana passada pediram ao governo do estado um reforço de maquinários.

Serão entregues seis caminhões, três pás carregadeiras e uma retroescavadeira para Cuiabá. Em contrapartida o município irá fornecer mais caminhões e pá escavadeira. Para Várzea Grande também serão seis caminhões, duas pás carregadeiras e uma retroescavadeira, que será ofertada pela Funasa.

Os pontos prioritários onde serão realizadas a limpeza serão apontados pelos dois municípios. Ficou acordado ainda que a equipe do mutirão não será responsável pela coleta de lixo convencional, que é da responsabilidade das prefeituras. Depois de feita a limpeza emergencial a manutenção ficará a cargo dos municípios.

O Comitê de Combate à Dengue é formado por representantes da Secretaria de Estado das Cidades, Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá, Secretaria Municipal de Saúde de Várzea Grande, Defesa Civil do Estado, Defesa Civil de Cuiabá e de Várzea Grande e Ministério Público Estadual (MPE).

G1 MT

Responder

comment-avatar

*

*