Frigorífico Arantes de Canarana vai a leilão

A Justiça vai colocar a venda na segunda-feira as plantas frigoríficas da Canarana (MT) e de Cachoeira Alta (GO) pertencentes ao Arantes Alimentos que, desde janeiro de 2010, está em processo de recuperação judicial. O valor mínimo estabelecido para a compra das duas unidades industriais é de R$ 44,7 milhões. O leilão vai ser realizado a partir da 10 horas no auditório da sede da Associação Comercial e Industrial de Rio Preto (Acirp).

De acordo com o edital publicado por determinação do juiz da 8ª Vara Cível de Rio Preto, Paulo Roberto Zaidan Maluf, além das instalações frigoríficas, prédios, e galpóes, estão sendo colocados à venda equipamentos, plataformas, móveis e utensílios utilizados nas operações frigoríficas. A planta de Canarana teve valor mínimo estabelecido em R$ 221,88 milhões. A UPI de Nova Cachoeira foi estabelecida em R$ 22,92 milhões. De acordo com o edital, o pagamento de um valor inferior ao estabelecido só ocorrerá com anuência dos credores da Arantes Alimentos.

Segundo Zaidan Maluf, as duas unidades serão colocadas à venda para o pagamento de credor financeiro, no caso o Banco Bradesco. O advogado Sérgio de Paula Emerenciano, que impetrou mandado de segurança contra o juiz Zaidan Maluf na tentativa de impedir da venda de bens da Arantes Alimentos, lembrou que Danilo de Amo Arantes é sócio, proprietário de 50% do patrimônio e que a realização de leilões estaria dilapidando patrimônio do grupo de empresas. Emerenciano afirmou que seu pedido solicita a retenção do valor obtido no leilão até decisão do Tribunal de Justiça sobre o assunto. “O que tem o mesmo efeito de suspender o leilão”, afirmou.

Canarana News com informações diarioweb

Responder

comment-avatar

*

*