Fundação MT realizará ciclo de palestras sobre cuidados com a lavoura de soja

Canarana recebe informações sobre Lagarta Helicoverpa armigera nesta quarta-feira

Com o objetivo de orientar a classe produtora sobre os cuidados com a lavoura de soja plantada nessa safra (2013/2014) será realizado nesta quarta-feira, 04, a partir das 7h30, em Canarana, no Sindicato Rural, mais um evento da Fundação de Apoio à Pesquisa Agropecuária de Mato Grosso, Fundação MT.

De acordo com a equipe técnica, formada por três pesquisadores da instituição e um da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita (Unesp) de Botucatu/SP, esse é o momento de observar, analisar e cuidar do que foi plantado para assim, ter uma colheita de qualidade.

Doenças e pragas não têm dado folga para a classe produtora. Portanto todo cuidado é pouco. Para os pesquisadores, produtor e equipe tem que concentrar todos os esforços para monitorar bem a lavoura. Uma das principais ferramentas para ter o controle dos fatores restritivos de produção é informação.

Para tanto, o Fundação MT em Campo: É Hora de Cuidar 2013 apresentará dados de pesquisa sobre ferrugem da soja, que será proferido por Fabiano Siqueri; nematoides, difundido pela pesquisadora Rosangela Silva; pragas, cujo tema será mostrado pela entomologista Lúcia Vivan – ambos da Fundação MT. Os desafios da tecnologia de aplicação serão exibidos por Ulisses Antuniassi, da Unesp.

O principal assunto nesta edição do Fundação MT em Campo: É Hora de Cuidar é o controle da Helicoverpa armigera que ataca as lavouras de soja, algodão, milho e outras culturas. “Todos os temas abordados são importantes para uma boa produtividade, mas esta lagarta tem causado grande pressão e preocupado a cadeia produtiva. A Fundação MT já está trabalhando nesse sentido com experimentos e trabalhos”, explica Siqueri.

A pesquisa que aborda a ocorrência, aspectos biológicos, danos e estratégias para controle da Helicoverpa armigera está sendo conduzida por Lúcia Vivan, especialista em pragas. “Estamos em busca de soluções para minimizar o ataque desta praga e para criar ferramentas de controle e combate para o produtor rural”, afirma a pesquisadora.

Durante o Fundação MT em Campo: É Hora de Cuidar 2013, Vivan apresentará informações de manejo e planejamento para deter o avanço das pragas, em especial da Helicoverpa armigera. A Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado de Mato Grosso (Aprosoja) participará deste painel do evento com informações sobre esta lagarta coletadas no Circuito Tecnológico. Na ocasião será realizado um grande debate.

“Nós, Fundação MT e Aprosoja, estamos juntos para desenvolver um plano estadual de combate a Helicoverpa. Assim, unindo nossas informações poderemos ajudar a classe produtora de MT”, destaca Nery Rivas, diretor técnico da Aprosoja.

Ferrugem – O pesquisador da Fundação MT, Fabiano Siqueri, aponta ainda que o cenário da Ferrugem Asiática no MT está calmo, mas que é preciso ficar atento em virtude das previsões climáticas para os próximos meses. “Teremos meses mais chuvosos com relação ao mesmo período do ano passado. As condições serão favoráveis ao aparecimento da doença e ainda vimos muitas plantas guaxas durante o período do vazio sanitário. Com certeza ela ainda não apareceu por aqui, mas acredito que isto vai acontecer ainda em 2013”, prevê.

Evento – As informações do ciclo de palestras estão sendo difundidas de Norte a Sul de Mato Grosso e Goiás desde o dia 18 de novembro a 06 de dezembro. Os eventos são realizados em duas cidades por dia, um no período matutino e outro no noturno. É uma verdadeira maratona de palestras com três equipes de campo para atender aos produtores quando eles precisam. As inscrições para participar dos eventos são gratuitas e podem ser feitas na hora, no local do evento.

As rodadas começaram pela região do Parecis, Médio Norte, Sul,  Estado de Goiás e por fim Vale do Araguaia no MT.

Mais informações no www.fundacaomt.com.br

 

Responder

comment-avatar

*

*