Garota que tentou matar mãe é condenada

Ela queria que a mãe desse dinheiro para comprar entorpecentes, em Cuiabá

O julgamento foi pelo Tribunal do Júri da Comarca de Cuiabá

A vendedora Sandra Soares dos Santos foi condenada a nove anos e oito meses de prisão, pela tentativa de assassinato contra a própria mãe, Sônia Maria dos Santos.

O crime ocorreu no dia 11 de junho de 2011, no bairro Novo Mato Grosso, em Cuiabá, após a mãe se recusar a dar dinheiro para a garota consumir entorpecente. Revoltada, se armou com uma faca e perfurou o rosto da mãe.

O julgamento ocorreu na tarde de segunda-feira (27), no Tribunal do Júri da Comarca de Cuiabá, presidido pela juíza Mônica Catarina Perry de Siqueira.

Sandra, que estava presa desde o dia do crime, foi sentenciada por homicídio qualificado – motivo fútil e recurso que dificultou a defesa por parte da vítima. Ela deverá cumprir dois quintos da pena – cerca de quatro anos – em regime fechado.

Durante o julgamento, a defesa alegou que Sandra estava estava sob efeito de entorpecente, quando cometeu o crime. A idéia era desclassificar o crime para lesão corporal grave.

No entendimento do promotor criminal João Augusto Gadelha, a vendedora tinha livre arbítrio para fazer uso de entorpecente e, por isso, tinha noção do que estava fazendo. “Não teria como, depois, alegar que não sabia o que estava fazendo”, disse o representante do Ministério Público.

Durante o julgamento, Sandra chegou a dizer que, para satisfazer o vício, mataria quem estivesse na frente e tivesse a intenção de impedi-la. “Se não respeitou nem a mãe, o que diria outra pessoa…”, completou.

Em seu depoimento, Sandra disse que estava curando da abstinência e admitiu estar melhor dentro da unidade prisional.

A garota havia sido condenada por homicídio em Campo Grande (MS), por ter matado uma prima idosa, também porque havia impedido que ela consumisse entorpecente. Ela veio para Cuiabá cumprir a pena em regime semiaberto e morava com a mãe.

MidiaNews

Responder

comment-avatar

*

*