Gestão Municipal quer se reunir com cúpula do Bradesco para discutir reabertura do frigorífico

CANARANA – Crescem as chances da reabertura do frigorífico de boi em Canarana que pertencia ao falido Arantes e que foi adquirido em leilão pelo Banco Bradesco – credor da empresa em recuperação judicial -, devido a falta de interessados. As informações foram repassadas pela secretária de Agricultura Eliane Felten. A engenheira agrônoma disse que a gestão municipal irá se reunir nos próximos dias com a cúpula do Banco Bradesco para buscar mais informações das intenções do banco com relação a esta unidade. Essa é a intenção do secretário de Administração Fábio Faria, informou Eliane Felten. Depois, procurarão interessados em comprar ou alugar a unidade. Parado desde o final de 2009, as instalações do frigorífico encontram-se bastante danificadas. Como não apareceu nenhum interessado no arremate da planta em leilão realizado no estão de São Paulo no final do mês de janeiro, o próprio Bradesco comprou o frigorífico e abateu o valor pago no empréstimo que tinha cedido ao grupo Arantes. A dívida inicial era de 90 milhões de dólares. A unidade de Canarana e Cachoeira Alta/GO, foi arrematada por 44 milhões de reais, mas acredita-se que as duas juntas não vala nem 20 milhões. Assim, o valor real que o Bradesco poderá receber será um pouco superior a 10% do empréstimo cedido. Mas para que o banco recebe pelo menos esse valor ou alguma coisa, terá que vender as unidades pelo preço que os interessados oferecerem. A secretária Eliane Felten está otimista quanto a reabertura do frigorífico de Canarana e aposta em novidades para este ano ainda.

JOP

Responder

comment-avatar

*

*