Governador busca solução em Brasília para evitar despejo das famílias em Suiá Missú

O governador Silval Barbosa busca em Brasília uma solução pacífica e jurídica para o iminente despejo das cinco mil famílias que ocupam as terras de Suiá Missú entre Alto Boa Vista e São Felix do Araguaia, no nordeste do Estado. Em audiência na tarde desta segunda-feira (29.10) na capital federal, Silval Barbosa pediu ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ayres Britto que intercedesse junto ao Governo Federal e à justiça federal no sentido de evitar a desintrusão da área para a demarcação da terra Maraiwatsede, já homologada pela Fundação Nacional do Índio (Funai).

Ayres Britto ouviu os relatos do governador Silval, do advogado da associação dos proprietários rurais de Suiá Missú, Luiz Alfredo, e da vereadora e vice-prefeita de Alto Boa Vista, Irene Rocha (PSD), que chorou ao comentar a possibiliade de despejo das famílias.

Questionado pelo governador sobre a possibilidade de o Supremo intervir diante do caso, já bastante documentado por ambas as partes, Britto argumentou que o judiciário precisa ser convocado para tomar decisões. De acordo com o magistrado, os argumentos dos produtores rurais são completamente diversos dos argumentos da Funai, da AGU e da Casa Civil, que defendem a demarcação da terra aos xavantes.

Do lado de fora do STF, na Praça dos Três Poderes, cerca de 180 homens e mulheres de Suiá Missú entoavam cânticos em defesa da manutenção da terra. Ayres Britto ouviu tudo atentamente, incusive recebeu documentos do advogado das famílias sobre a posse da terra.

“O governador colocou os pontos sobre essa questão envolvendo a área em Mato Grosso e é importante que o Governo do Estado busque entendimento com o Governo Federal”, declarou Britto.

Seguindo recomendação do magistrado, Silval Barbosa foi até a Casa Civil da presidência da República para uma solução definitiva com o Governo Federal. O governador foi recebido pelo ministro interino Belo Vasconcelos, que substitui a titular Gleisi Hoffmann, que está em férias.

“Estamos conversando com o Governo Federal. A bancada de Mato Grosso está mobilizada. Os produtores estão unidos e trazendo documentos e provas de posse das terras. Temos soluções para este impasse e estamos fazendo todo o possível para resolvermos esta questão”, declarou o governador Silval Barbosa.

Aacompanharam o governador nas audiências o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado José Riva, o senador Cidinho Santos e o deputado estadual Baiano Filho.

Secom-MT

Responder

comment-avatar

*

*