Parte dos alunos do curso de Agronomia da Unemat de Nova Xavantina faz protesto pedindo professores ; Governo libera concurso

Cerca de 40 alunos do curso de agronomia paralisaram as atividades nesta última terça-feira (27) em protesto à falta de professores. De acordo com o organizador da manifestação, Vinícius Fernandes, a paralisação teve como objetivo chamar atenção do governador Silval Barbosa e a alta cúpula da Unemat com a falta de aula que os alunos estão sofrendo por causa de professores.

Ainda de acordo com o Vinícius Fernandes, já se passaram quase dois meses de aula, mas ainda faltam professores para fechar a grade. “esperamos um respaldo do governo do estado para nós alunos não sermos prejudicados”, disse, ressaltando que os coordenadores da Unemat local vêm fazendo o possível para contratar novos profissionais, “mas o governador tem que fazer concursos, para não ficar um ciclo vicioso, ou seja, todo semestre o sofrimento por falta de professores”, disse.

O aluno Leonilson Barrichello disse que existem alunos que já se formou e hoje tem que pagar matérias devido a falta de professores no início do curso. “Pedimos apenas concurso, pois há estabilidade salarial e com isso, haverá mais profissionais buscando vir dar aula na Unemat”, lembrou leonilson dizendo que o motivo do manifesto é apenas para pedir melhorias para o campus, contratando professores para dar aula e não deixando alunos sem aula por causa da inércia do governador.

A aluna Narôah Caroline Gonzaga disse que a paralisação teve como objetivo sensibilizar as autoridades para que esteja olhando com mais carinho para o nosso campus. Narôah reclama que o governador implantou novos cursos na Unemat sem ao menos estabilizar os outros cursos já implantados. “O governador criou o curso de medicina e administração aqui em Nova Xavantina. Não sei como eles vão fazer, pois não tem professores nem para agronomia”, desabafa.

A manifestação foi realizada apenas na parte da manhã e teve seu encerramento antes das nove.

Governo autoriza posse de profissionais da Unemat e realização de novo concurso

O governador Silval Barbosa autorizou a posse dos profissionais técnico-administrativos concursados para a Universidade do Estado de Mato Grosso e a execução de novo concurso público para contratação de professores. A decisão foi tomada nessa terça-feira (27.03), em reunião realizada entre o reitor da Unemat, Adriano Silva e equipe, com chefe do Executivo, em Cuiabá.

Ficou autorizada a chamada imediata de 113 profissionais técnico-administrativos para atuação nos diferentes campi, aprovados no concurso público realizado em outubro do último ano. As demais 86 vagas previstas em edital serão convocadas a partir do segundo semestre deste ano.

Técnicos da Pró-reitoria de Administração (PRAD) estão definindo, juntamente com a Secretaria de Estado de Administração (SAD), os procedimentos necessários para a posse dos profissionais.

Já a realização de concurso para professores prevê a oferta de vagas para atuação nos diferentes campi da Unemat. A intenção é suprir, inicialmente, a demanda dos seis cursos criados em 2006 que ainda não têm quadro efetivo, que são Comunicação Social em Alto Araguaia, Engenharia de Alimentos em Barra do Bugres, Educação Física em Cáceres, Enfermagem em Tangará da Serra, Agronomia em Nova Xavantina e Engenharia Civil em Sinop, além de outras áreas com insuficiência de docentes concursados.

“O Governo solicitou que seja feito estudo para atender, além dos cursos regulares, as turmas oferecidas na modalidade a distância, seja por meio do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), seja por meio de parceria com a Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia (Secitec)”, disse o reitor Adriano Silva.

Orçamento- O Governador Silval Barbosa garantiu a execução orçamentária de R$ 168 milhões para Unemat, previstos para 2012. O montante será utilizado para a folha de pagamento, custeio e manutenção e investimento em estrutura e equipamentos. “A preocupação é investir na qualidade dos 48 cursos regulares oferecidos em todo o Estado e ampliar as vagas nas modalidades diferenciadas, atendendo todos os municípios do Estado”, afirmou o reitor.

Neste ano, serão investidos mais R$ 18 milhões em equipamentos de laboratórios, computadores, ônibus e veículos para aula a campo, reforma e ampliação de prédios e instalação elétrica, recursos áudio-visuais, carteiras, livros e estrutura de tecnologia da informação.

noticiasnx

Responder

comment-avatar

*

*