Governo paga parte da indenização e assentamento na Fazenda Guatapará está próximo de ser realidade

O governo Federal já liberou parte dos 17,9 milhões de reais ao proprietário Fernando Costa Alvarenga, para a desapropriação da Fazenda Guatapará, localizada há 6 km do distrito do Culuene, interior do município de Canarana, onde serão assentadas cerca de 120 famílias. As informações foram repassadas pela presidenta da Associação Sal da Terra, Rosimar (Rosa) Silva Vales, e pelo seu marido, Lourival Miranda Vales, que estiveram na redação do J. O Pioneiro. A Associação foi quem trabalhou para que Canarana receba o primeiro assentamento através do INCRA.

A Fazenda Guatapará tem mais de 6.800 hectares. Cada assentado deverá receber mais de 50 hectares. Porém antes das famílias entrarem na área, ainda é preciso a emissão da posse da fazenda pela justiça local, o que deve acontecer nos próximos dias. Após isso, representantes do INCRA devem vir até Canarana para realizar a medição dos lotes. Cada família deverá receber mais de 45 mil reais para benfeitorias e iniciar a produção.

Conforme Lourival Miranda Vales, será implantada a cadeia de leite no assentamento, com o objetivo de segurar as famílias nos lotes. Além disso, eles querem implantar a produção da popunha e também beneficiar ela no próprio assentamento, através da instalação de uma indústria. Dona Rosa falou que ainda será criada uma associação das mulheres, que devem implantar algum outro sistema de produção.

Responder

comment-avatar

*

*