Greve dos servidores do Detran completa oito dias em Mato Grosso

Categoria foi notificada nesta terça-feira (3) da ilegalidade da greve.
Servidores vão realizar assembleia para definir rumos do movimento.

 

A greve dos servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) completou oito dias nesta terça-feira (3). Com a paralisação dos 809 servidores, serviços como emissão ou renovação de documento de veículo e de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) estão suspensos nas 62 Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans), oito agências VIPs e na sede da autarquia, emCuiabá.

Na última quinta-feira (29), a Justiça decretou a greve ilegal e determinou  retorno imediato dos servidores aos postos de trabalho, sob pena de multa diária de R$ 100 mil. O governo do estado afirmou que aguarda o cumprimento da decisão judicial.

Segundo a presidente do Sindicato dos Servidores do Detran (Sinetran-MT), Daiane Renner,  a categoria foi notificada no final desta tarde e uma assembleia deverá ser feita na quarta-feira (4) para que os rumos do movimento sejam definidos.

“Protocolamos a nossa contraproposta na quarta-feira (28), entregamos nas mãos do chefe da Casa Civil [Paulo Taques], mas até agora não houve resposta. Aguardamos que o governo do estado se manifeste, quebre esse silêncio, para que as negociações avancem”, disse.

A categoria condiciona o fim da greve à convocação, ainda neste ano, de 70% dos aprovados em concurso público. Além disso, o sindicato pede que a convocação do restante dos aprovados seja feita em junho de 2016.

“Atualmente, a defasagem no Detran já é de 70%, sem contar as aposentadorias previstas para este ano e 2016. O governo fez uma proposta inicial de chamar 30% dos concursados este ano, 20% em 2016, 30% em 2017 e o restante em 2018, sendo que, naquele ano, o prazo de validade do concurso já terá extrapolado. É inconcebível”, afirmou a presidente.

De acordo com o sindicato, cerca de 30% dos serviços internos do Detran-MT estão sendo mantidos.

Diálogo
O governo do estado afirmou que se mantém aberto ao diálogo com os servidores e que, segundo o cronograma apresentado à categoria na semana passada, dará início, ainda neste mês, à convocação dos aprovados no último concurso estadual. G1.MT

Responder

comment-avatar

*


*