Homem baleado no setor Xavantina passa bem; caso pode ter ligação com execução de sábado

Aconteceu na manhã de segunda feira, 25, na Rua Dr. Wahia de Abreu,  bairro Boa Vista, setor Xavantina, uma tentativa de assassinato contra a vida de Wilken Magno Vargas de Araújo, de 28 anos.
 
Segundo moradores da redondeza, era por volta de 9.30 hs quando dois elementos de motocicleta -segundo informações da PM local, uma XR – 150 cc, cor vermelha – chegaram defronte à residencia onde Wilken estava morando, no número 495 desta rua, e pegaram o morador saindo de casa, quando atiraram várias vezes contra a vítima.
 
Segundo testemunhas, foram mais de oito tiros disparados, porém só três acertaram o alvo, sendo dois no peito e um no braço, todos sem gravidade, estando Wilken fora de perigo de vida, conforme informações colhidas pelo site IN no hospital municipal, onde o mesmo permanece internado, já que teve um pé fraturado, na tentativa de fuga e encontro corporal com os executores.
 
                                                  DOIS MANDADOS DE PRISÃO
 
No Destacamento da 4ª Cia da Polícia Militar de Nova Xavantina, o Sub Comandante Cristiano Franco informou ao site IN que, puxada a sua ficha para a feitura do BO, a PM descobriu que existe contra Wilken, dois mandados de prisão expedidos pela Comarca de São Félix, por tráfico de entorpecentes.
 
No momento em que escrevemos, a Polícia Civil está fazendo levantamento para checar se estes dois mandados já foram cumpridos ou não. Em caso afirmativo, a vítima poderá ser liberada ainda hoje e em caso contrário, permanecerá detida.
 
Wilken, que oficialmente reside em Aragarças-GO e estaria em Nova Xavantina somente de passagem, no momento se encontra algemado ao pé da cama do hospital, para evitar tentativa de fuga, já que ele se nega a prestar qualquer informação à Polícias Civil e Militar do municipio sobre a tentativa de execução desta manhã. 
 
Segundo o Sub Comandante Cristiano, o caso pode ter ligação com a execução acontecida na noite do último sábado, 23, no Conjunto Residencial Morar Melhor, no bairro Jardim Novo Horizonte, quando Welen Jakson, vulgo Pitaluga, foi morto com três tiros à queima roupa, sendo dois na cabeça.
 
Segundo informações, Welen residia junto Wilken, na casa do setor Xavantina palco do atentado desta segunda feira. “Os executores podem ser os mesmos, que voltaram hoje para terminar o serviço” disse um morador que trabalha com um irmão de Wilken. Interessante NEWS 

Responder

comment-avatar

*

*