Homem é detido por adquirir medicamento proibido

Em operação da Polícia Civil local com a Polícia Federal, resultou nesta semana na prisão de Luiz Antonio Pereira (55). Ele foi flagrado retirando o medicamento Cytotec do setor de cargas da empresa Barratur em Canarana.

Cytotec é um medicamento que pode provoca aborto.

Cytotec, foi introduzido no Brasil em 1984 através do laboratório Searle,, sem qualquer restrição de compra nas farmácias até 1991, pois era aprovado para tratamento de úlceras gastrica e duodenal. Todovia, logo descobriu-se suas propriedades abortivas. Posteriormente o Ministério da Saúde limitou sua venda somente com retenção de prescrição médica. Sua comercialização é proibida no Brasil para o público geral, desde 1998. Atualmente os meios de mídia denunciam a venda clandestina do medicamento em algumas farmácias e drogarias e também pela Internet.
A venda deste medicamento no Brasil é crine hediondo.

Luiz na Delegacia, disse que adquiriu o medicamento para que sua noiva de 34 anos tomar, pois segundo ele a mesma estaria grávida de cerca de 40 dias e a intenção era provocar o aborto. Pelo medicamento ele teria pago a quantia de R$ 480,00. Luiz é vendedor e aproveitou sua vinda para Canarana para fazer a retirada do medicamento com intenção de driblar o monitoramento que estava sendo feito.

A operação  em nossa cidade foi coordenada pelo Delegado Marcos Aurélio e contou com as participação dos Investigadores Vital, Célia, Valtenir e Policiais Federais.

Responder

comment-avatar

*

*