Homem mata companheira e se entrega à Polícia Civil em Vila Bela

 

Assessoria/PJC-MT
A Polícia Judiciária Civil indiciou um homem pelo assassinato da ex-mulher, em  Vila Bela da Santíssima Trindade (521 km a Oeste), ocorrido na noite de domingo (03.11). A vítima, Luciane de Melo, 35 anos, era professora e foi morta a facadas. O crime comoveu toda a cidade.
O suspeito Eronildo Bispo de Oliveira, 42 anos, conhecido por “Tito”, se entrou na Delegacia após assassinar friamente a companheira. Ele foi indiciado por  homicídio qualificado. “Ele disse que se sentiu a vontade para se entregar e demonstrou estar arrependido”, disse o delegado Carlos Bock.
Em depoimento, Eronildo disse à polícia que estava separado há quase duas semanas da professora, Luciane de Melo, e desejava reatar o casamento, porém ela estava irredutível.
Na noite do crime, o suspeito saiu de sua casa com uma faca escondida na cintura e foi até a residência de sua ex-mulher para conversar. Diante da negativa de volta, Eronildo pegou Luciane pelo braço e a levou para um terreno baldio próximo. No local, desferiu um golpe de faca na região peitoral da vítima, que foi a óbito de imediato.
De acordo com a Polícia Civil, agressões e discussões eram constantes no relacionamento do casal, conforme vários boletins de ocorrências registrados anteriormente. O casal tinha duas filhas que depois do crime ficaram sob a guarda de parentes.
O preso Eronildo está em uma cela reservada da Delegacia da Polícia Civil até o término dos procedimentos policiais, para garantir a integridade física dele. ”A população ficou revoltada diante da crueldade e pela forma que a professora foi morta”, disse o delegado.
O delegado acrescentou que encaminhará pedido de prisão preventiva ao juiz da cidade.
Os dois eram nascidos e criados em Vila Bela da Santíssima Trindade.

Responder

comment-avatar

*

*