Hospital de Confresa não tem agulhas e nem medicamentos, pacientes dizem que situação é vergonhosa

Secretário de Saúde admite problema, e diz que situação aconteceu por atraso em licitação para medicamentos do Hospital.

O Hospital Municipal de Confresa vem enfrentando dificuldades constantes, o Prefeito de Confresa Gaspar Domingos Lazari, já disse em entrevistas diversas vezes ao Agência da Notícia, que a saúde de Confresa tem um déficit considerável, justamente pelo Hospital Municipal atender como Regional. “Os municípios colaboram com o valor através do Convênio que temos com as demais cidades, mesmo assim, não é o suficiente, por isso precisamos que o Goveo nos ajude a manter o hospital enquanto não fique pronto o Hospital Regional de Porto Alegre do Norte”, alega o Prefeito.

A última dificuldade encontrada pelos moradores de Confresa que dependem do Hospital é a falta de medicamentos. Pacientes denunciam que além de faltar medicamentos, a falta de equipamentos para fazer procedimentos simples também tem prejudicado o atendimento. “Fui ser inteada e me pediram para comprar o scalp porque no hospital não tem, isso é lamentável. Não tem soro pequeno, e falta medicamentos”, disse uma das pacientes.

Uma mulher gravida também precisou de atendimento e teve que comprar medicamentos. “No momento em que eu cheguei para receber o atendimento no Hospital eu fui informada pelos funcionários da unidade que eu teria que comprar escalpe (agulha usada para aplicação de soro) para poder receber os medicamentos ” disse Maria Suelani em entrevista.

A gestante classificou como absurda a situação vivenciada, segundo ela além de constrangedor o fato pesa no bolso já que agulhas e soros são algo que deveria ter na unidade. “Está um descaso horroroso, por que não ter escalpe e nem agulhas para fazer atendimento isso é vergonhoso” desabafou ela.

Procurada a Secretaria de saúde de Confresa, informou que administração tem sofrido para manter a unidade por conta de um  déficit causado pela saúde na administração.

“Infelizmente existem alguns medicamentos que estão faltando no hospital de Confresa e nós já estamos trabalhando para resolver o problema’’ explicou Itamar Pinheiro, secretario de Saúde de Confresa. Ele ainda informou que o processo licitatório demorou para acontecer, mas que o problema está sendo solucionado. Via Interessante News

 

Responder

comment-avatar

*

*