Identificadas todas as vítimas de grave acidente com ônibus que seguia para Alta Floresta

Todas as vítimas fatais do grave acidente ocorrido na madrugada do dia 30/07  na rodovia BR-163, entre Dourados e Douradina, foram identificadas. A batida violenta entre um caminhão carregado de couro e um ônibus que seguia para a cidade de Alta Floresta, no interior do Mato Grosso, deixou cinco mortos.

Inicialmente, segundo já divulgado pelo Dourados News, já haviam sido identificados o motorista do caminhão, Edson Porto Leite, 53, que morava em Campo Grande; o motorista do ônibus da viação Eucatur, Alex Sandro Pereira Mourão, 37, que era morador de Dourados; e Adilza Maria dos Santos Soares, 91, moradora de Cuiabá, que deu entrada no Hospital da Vida durante a madrugada, mas acabou falecendo logo depois.

Segundo informação repassada por representantes da Eucatur em Dourados, as duas vítimas que ainda não haviam sido identificadas eram Maria Ivani Alves, 72, que era moradora de Tacuru, e Maria Ivonete Alves Fidalgo, 54, moradora de Rondonópolis.
Os corpos estão sendo liberados conforme a chegada de familiares das vítimas, que recebem apoio da empresa de ônibus.
Ônibus havia trocado de motorista em Dourados antes de acidente
O ônibus da empresa Eucatur envolvido no acidente que deixou cinco pessoas mortas no início da madrugada desta quarta-feira (30) havia trocado de condutor em Dourados momentos antes da tragédia.
O veículo deixou o pátio do Terminal Rodoviário Renato Lemes Soares, na maior cidade do interior de Mato Grosso do Sul por volta das 23h20, antes de chocar-se contra um caminhão Mercedes Benz azul, carregado com couro na BR-163, próximo ao trevo que dá acesso ao município de Douradina.
Identificado como Alex Sandro Pereira Mourão, 37, morador no Jardim Ouro Verde, o motorista está entre as vítimas fatais junto de outros três passageiros e o condutor do caminhão. As identidades oficiais ainda não foram divulgadas.
Segundo testemunhas, o ônibus saiu de Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul e tinha como destino o município de Alta Floresta (MT).
Ao todo, 21 pessoas estavam no interior do carro e a estimativa é que ao menos 14 ficaram feridas e acabaram encaminhadas para hospitais de Dourados e Douradina.
De acordo com o levantamento preliminar feito pela polícia, os dois veículos teriam colidido frontalmente. Equipes de resgate do Corpo de Bombeiros, Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e ambulâncias de cidades da região trabalharam no local resgatando os corpos e os feridos.

ATUALIZAÇÃO: 10:21Hs – Colisão frontal entre ônibus e caminhão matou cinco pessoas, sendo dois condutores e duas passageiras na rodovia BR-163, além de outra pessoa, no Hospital da Vida. O acidente, que também deixou 17 passageiros feridos, aconteceu por volta da meia-noite de ontem, próximo ao trevo de Douradina e após a ponte do Rio Laranja Doce.

As três mulheres, vítimas fatais, estavam no ônibus com placas de Ji -Paraná (RO), da Viação Eucatur. Morreu também o motorista do ônibus – o douradense Alessandro Mourão – e o condutor do caminhão Mercedes Benz, com placas de Campo Grande, que estava carregado de couro.
Ambos motoristas morreram prensados nas cabines de seus respectivos veículos. Já, as duas passageiras foram arremessados do ônibus e morreram na hora, sobre o asfalto. Outra pessoa morreu depois de dar entrada em hospital de Dourados.
O condutor do ônibus que seguia do Rio Grande do Sul com destino a Alta Floresta, Alessandro Mourão, residia em Dourados. Ele pegou o volante na noite de ontem, no terminal rodoviário do município.
Os demais passageiros sofreram fraturas de diversos graus de gravidades. Ficaram presos em ferragens e gritavam por socorro. Eles foram resgatados pelas equipes dos Bombeiros de Dourados e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que contaram com o apoio de condutores que passavam pelo local. Os serviços de Saúde de Rio Brilhante e Douradina também prestaram serviços aos acidentados.
A Polícia Rodoviária Federal (PRF/MS) disse que a maioria dos passageiros viajavam sem o cinto de segurança o que facilitou o arremesso dentro e fora do coletivo, resultando em mortes e ferimentos graves – a maior parte nas pernas e braços.
A Polícia Rodoviária orientou o tráfego naquele trecho, entre Douradina e Rio Brilhante. A Polícia Civil de Douradina vai investigar as causas do acidente. Os documentos e bagagens dos passageiros mortos e internados estão em posse da polícia, para posterior identificação das vítimas. RADIO ALTERNATIVA FM

Responder

comment-avatar

*

*