Idoso é assassinado a golpes de picareta em Primavera do Leste

ÍTALO BERTO

Um senhor foi assassinado no início da tarde de hoje, na Rua Juscelino Kubitschek, no Bairro Castelândia. O objeto utilizado para a execução foi uma ferramenta chamada Picareta. O suspeito se apresentou na Delegacia de Roubos e Furtos imediatamente e foi detido.

Segundo um homem que se diz amigo da vítima, Antônio Duarte de Oliveira, 67, os envolvidos teriam tido uma discussão por causa de um copo no último domingo (21), na frente de um bar que fica na frente de onde ocorreu o homicídio.

 A equipe de reportagem do O Diário esteve na Delegacia onde se encontrava o confesso, Jair Fernandes de Mello, 33, minutos depois do ocorrido. Segundo ele, o motivo pelo qual ele cometeu o assassinato é que ao pedir um copo de água para a Vítima o senhor jogou o copo de água contra o seu rosto. “Perguntei para o seu Antônio por que ele jogou a água gelada na minha cara e ele me enforcou, para descontar a ação dele eu peguei a picareta, mas, não tinha a intenção de matar.” Jair, depois da discução com a vítima, pegou a picareta e quando ela dormia desferiu o golpe fatal.

O réu confesso também alegou estar alcoolizado e garante que se não fosse pela bebida talvez não teria cometido este ato.

O Delegado Adriano Alencar disse: “É uma situação de flagrante, e agora cabe ao Poder Judiciário decidir qual será o destino do Assassino, porque, ele diz ter agido sem pensar e por influência de álcool e está com medo de ficar em Primavera já que alguns familiares da vítima estão detidos lá.”

Jair Fernandes disse que tem medo de ficar solto e morrer pela revolta da família de seu Antônio, pois “ele era muito querido pelos moradores do local e pelos familiares.”

A polícia disse que, moradores e parentes estavam atrás do Jair para linchá-lo; mas, Jair Fernandes havia adentrado à Delegacia para fazer a confissão do crime.

Responder

comment-avatar

*

*