Incêndio em vegetação é constante em Nova Mutum

O incêndio começou na última sexta-feira em uma região de mata localizada próximo a Unemat. Depois de uma semana focos de fogo e muita fumaça ainda continuavam. O Corpo de Bombeiros e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente trabalharam diariamente para apagar o fogo.

Alguns caminhões foram designados pela prefeitura na tentativa de evitar que o fogo se propagasse para outras regiões, arriscando atingir residências localizadas próximas à região.

“Esse incêndio está desde a semana passada. Todos os dias a gente vem nesta luta de tentar conter as chamas. É um trabalho muito difícil e arriscado”, disse um servidor público que está trabalhando no local no combate as chamas.

O fogo consumiu toda uma área de vegetação seca. Além deste local, uma chácara localizada na região urbana da cidade também foi destruída por um incêndio na semana passada.

Balanço

Mais de 2,8 mil focos de calor foram registrados em Mato Grosso no primeiro mês do período proibitivo de queimadas. De acordo com dados divulgados pelo Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Ceptec/Inpe), as 10 cidades com mais registros de focos, pela ordem, são: Campinápolis, Colniza, Feliz Natal, Novo Nazaré, São Félix do Araguaia, Gaúcha do Norte, Alto Boa Vista, Nova Maringá, Paranatinga e Juara. No total, o estado contabilizou 2.804 focos no período.

O período proibitivo de queimadas segue até o dia 15 do próximo mês em todo Estado. Isaias Lima – Nortão

Responder

comment-avatar

*

*