ÍNDIOS FECHAM FUNASA E PEDEM DEMISSÃO DE DIRETORA EM MT

 

Cerca de sessenta índios xavantes fecharam agora há pouco a sede da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) em Barra do Garças. Entre as exigências, as lideranças pedem a demissão da diretora do distrito sanitário especial xavante (Desai) Castorina dos Santos, que é de Brasília e foi nomeada no ano passado. 

As lideranças xavantes questionam a qualidade da saúde indígena, que dizem ter caído em Mato Grosso aumentando o índice de mortalidade infantil nas aldeias. “Nós estamos aguardando a contratação de mais gente de uma seleção que foi feita recentemente para melhorar a saúde indígena”, destacou Simão, uma das lideranças do movimento. 

Os índios fecharam à sede da Funasa e mandaram os funcionários para casa inclusive a diretora Castorina. Eles exigem a presença de representantes do Ministério da Justiça e da Funasa de Brasília para negociar com os caciques. 

A região do Araguaia tem 12 mil índios xavantes em quatro reservas e 38 aldeias. É o maior distrito de saúde indígena do país. Acompanham o movimento também as lideranças Domingos, Edmundo e vários índios de Campinápolis

olhar direto.

Responder

comment-avatar

*

*