Jovem de Nova Xavantina decide virar padre; ‘desejo nasce dentro da gente’ diz

Os católicos da pequena cidade de Nova Xavantina – Mato Grosso, 650 Kmda capital comemoram com alegria os primeiros votos religiosos (obediência, pobreza e castidade)  proferidos pelo jovem Michel Cayne, 24 anos, ocorridos neste sábado (14) na Igreja do Santíssimo Redentor, município de Trindade, Estado de Goiás.

Filho de Edmar e Marilene, Michel nasceu em Nova Xavantina no dia 29 de Julho de 1987 e no dia 13 de Janeiro de 2007, quando completara 18 anos, ingressou na Congregação do Santíssimo Redentor, se tornando nela um missionário. No ano passado Michel concluiu seu curso de filosofia e neste ano estará iniciando teologia. Logo depois que concluir este último curso, que terá duração de 4 anos, fará a ordenação diaconal e exercerá o ministério por 7 meses e logo após, vem a ordenação presbiterial, momento em que começa sua atuação sacerdotal.

Nossa reportagem falou por telefone com exclusividade com Michel Cayne e perguntou o motivo que o levou a entrar no seminário:

“É complicado explicar, pois a gente mesmo não entende… Nasce aquele desejo dentro da gente de servir a Deus, através dos irmãos mais necessitados e tornar este mundo melhor”, disse.

A congregação do Santíssimo Redentor nasceu no ano de 1.732, dois anos após Santo Afonso de Ligório ter sentido o chamado de Jesus para servir a Deus através dos pobres, na montanha Scala – Nápoles – Itália. Naquela época os pastores de ovelhas era a classe mais oprimida da sociedade, nem eram considerados gente. “Os pequeninos pedem pão, mas não há ninguém que lhes dê”. Desta reflexão de um profeta, Santo Afonso deu início à Congregação do Santíssimo Redentor que conta hoje com mais de 5.500 redentoristas atuando em 77 países, nos 5 continentes.

Michel Cayne é mais um novaxantinense a trilhar com perseverança o caminho sacerdotal. O primeiro a ser consagrado também pela Congregação dos Redentoristas foi o jovem Carlos Ferreira da Silva (Pelé) e o segundo Marilton Queiroz Viana (Tom) que assumiu o sacerdócio em 2005, pela Congregação Religiosa Instituto Missionário PIA Sociedade de São Paulo.

 Edivaldo Moreira – Jornal FP

Responder

comment-avatar

*

*