Jovem morre triturado em usina termoelétrica no Nortão

Delegacia Municipal de Aripuanã vai investigar a morte do trabalhador

O operador de caldeira Genilson de Jesus Fonseca, 27, morreu triturado enquanto trabalhava na usina termoelétrica de Guaçu na cidade de Aripuanã (1.002 km a noroeste de Cuiabá).

O acidente ocorreu na quinta-feira (21), no momento em que ele fazia a limpeza do silo principal.

Segundo policiais militares que atenderam a ocorrência, a máquina onde ocorreu o acidente é utilizada para fornecer material para as caldeiras e solucionar problemas de extração de biomassa de difícil escoamento.

A termoelétrica utiliza cascas de pinus, eucalipto e resíduos de madeira.

Os policiais informaram que a vítima estava sozinha no momento do acidente.

Colegas do jovem disseram que ouviram pedido de socorro, mas não tinham ideia do que ocorria.

Ao se aproximar, um colega ficou estarrecido, pois deparou com um pedaço do crânio para fora da caldeira.

Após o acidente, policiais da Delegacia Municipal de Aripuanã isolaram local para o trabalho dos peritos.

Numa rede social, os colegas reclamaram da falta de segurança no local.

Eles disseram que já haviam alertado os superiores para que fossem instalados equipamentos de segurança. Mídia News

Responder

comment-avatar

*

*