Juiz é absolvido da acusação de beneficiar traficante

O juiz Marcos Faleiros da Silva, titular da 2ª e 3ª Varas Criminais de Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá), absolveu o juiz aposentado Pedro Pereira Campos Filho, que atuava na mesma comarca, dos crimes de corrupção passiva majorada e lavagem de dinheiro.

Ele foi acusado pelo Ministério Público Estadual (MPE) de vender sentenças na cidade, fato que veio a público após a Operação Overlord, deflagrada em 2006 pela Polícia Federal.

A mesma decisão judicial também inocentou a filha do magistrado, a advogada Fabiana Braga Campos, que atuava como sua secretária, no Fórum da cidade.

Na operação, o magistrado chegou a ser preso por porte ilegal de armas, mas conseguiu um habeas corpus no mesmo dia, após pagar uma fiança de aproximadamente R$ 1,2 mil. A operação investigou um esquema envolvendo traficantes, advogados e até delegados de Polícia.

Na sentença, o juiz Marcos Faleiros acatou o pedido da defesa e declarou a nulidade das interceptações telefônicas realizadas pela Polícia Federal.

A defesa argumentou que a PF, ao detectar a suposta participação de um magistrado, não remeteu os autos ao Tribunal de Justiça, como exige a Lei Orgânica da Magistratura Nacional (Loman).

Mídia News

Responder

comment-avatar

*

*