Justiça volta a interditar cachoeira em Barra do Garças para evitar desabamentos

A cachoeira do Pé da Serra, em Barra do Garças, volta a ser interditada pela segunda vez em menos de um ano para evitar desabamentos ou deslizamentos. A primeira interditação restringia banho, agora também para contemplação. O local está sendo isolado por técnicos da direção do Parque Estadual da Serra Azul.

A preocupação é evitar acidentes com banhistas ou turistas que visitam o parque diariamente e apreciam a Pé da Serra como a mais bela das 14 cachoeiras da Serra Azul. Desde 2011, a cachoeira vem enfrentando problemas.

Um dos problemas é justamente a ocupação desordenada do parque e as construções que existem acima da queda d’água. Um exemplo é o clube da maçonaria, onde existe asfalto e aglomeração de veículos. Depois do risco de desabamento, proibiram também o estacionamento de carros dentro do clube.

Um projeto de desapropriação do local e de outras construções às margens do córrego Lajedo está parado na Sema sem autorização do governo para resolução.

A notícia de interdição da cachoeira causa mais transtorno para o população de baixa renda porque é único lugar de lazer de que eles dispõem para frequentar sem cobrança de ingresso.

São aguardados geólogos de Goiânia para avaliar os riscos de desabamento da cachoeira que tem a maior queda da região, de aproximadamente 12 metros.

Chocolate news

Responder

comment-avatar

*

*