Laboratório Contra Lavagem de Dinheiro será inaugurado na Polícia Civil nesta segunda

A Segurança Pública inaugura na segunda-feira (24.03) o Laboratório de Tecnologia Contra Lavagem de Dinheiro (LAB-LD), na sede da Diretoria da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso. A instalação do LAB-LD faz parte de convênio da Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso com o Ministério da Justiça (MJ), com recurso é oriundo do Plano Estratégico Nacional de Segurança Pública nas Fronteiras (ENAFRON).
A implantação oficial do Laboratório de Tecnologia Contra Lavagem de Dinheiro acontecerá, às 17 horas, no prédio da Diretoria Geral da Polícia Judiciária Civil, na Avenida Coronel Escolástico, bairro Bandeirantes, em Cuiabá, com a presença coordenador da Rede Nacional de Laboratórios do Ministério da Justiça, Roberto Zaina, do secretário de Segurança, Alexandre Bustamante, delegados, representantes do Ministério Público, Judiciário e do Governo do Estado.
O Laboratório recebeu investimento na ordem de R$ 2,6 milhões com a transferência de tecnologia, softwares, hardwares e todos os equipamentos necessários para o funcionamento do Laboratório, incluindo a capacitação dos servidores e a contrapartida do Estado. O Ministério da Justiça é o responsável pela entrega dos equipamentos, treinamento de pessoal e capacitação em técnicas de análise.
O laboratório é uma tecnologia que possibilita a análise de grandes volumes de informações bancárias, fiscais e de outras naturezas, atuando como importante meio na produção de provas da movimentação financeira e tributária das quadrilhas que praticam crimes variados, entre eles o narcotráfico e contra a administração pública.
A Rede LAB foi criada em 2006 por iniciativa da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (Enccla) e é coordenada pelo Ministério da Justiça por intermédio do Departamento Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI), vinculado à Secretaria Nacional de Justiça.
No Brasil estão em funcionamento 21 laboratórios. Com a inauguração do LAB de Mato Grosso serão 22 em atividades contra a lavagem de dinheiro no país. A previsão do Ministério da Justiça é instalar 43 unidades até o final de março de 2015 e colocar em funcionamento 60 laboratórios espalhados por todas as unidades da Federação, até o ano de 2016. Em algumas unidades federativas, há mais de um laboratório, como é o caso do Distrito Federal, com cinco, e São Paulo, com quatro.
Na Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso o LAB-LD está sob a coordenação da Diretoria de Inteligência.
Assessoria de Comunicação Social/PJC

Responder

comment-avatar

*

*