Leilão de Pepro para vender e escoar milho de MT é transferido para dia 22

Alteração foi confirmada nesta terça (19) pela Conab.
Também foi adiada a operação de Contratos de Opção de Milho (COV).

O governo transferiu para o próximo dia 22 o leilão de Prêmio Equalizador de Preço Pago ao Produtor (Pepro) com a oferta de 800 mil toneladas de milho produzidas em Mato Grosso. A operação estava prevista para esta quarta (20), confirmou a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Do total, 200 mil toneladas serão oriundas do norte de Mato Grosso, designada à região 1 que compete ao município de Sinop; 100 mil de Sorriso (região 2); 400 mil toneladas de Campo Novo do Parecis (região 3) e 100 mil toneladas de Gaúcha do Norte (região 4), segundo edital.

Neste leilão, o produto também poderá ser vendido e escoado para Santa Catarina e Rio Grande do Sul, com foco a atender os pequenos criadores. Segundo a Conab, a venda não poderá ocorrer nos estados que compõem a região Centro-Oeste e os estados da Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Piauí, Rondônia e Tocantins.

Nesta terça (19) A Conab também anunciou que a operação de Contratos de Opção de Milho (COV) também foi transferida para o dia 22. Serão oferecidas 200 mil toneladas do produto para o Norte e Nordeste (exceto Rondônia, Pará, Tocantins, Maranhão, Piauí e os municípios da região oeste da Bahia).

Ainda segundo a estatal, outras 50 mil toneladas serão direcionadas para os estados do Rio de Janeiro e as cidades do norte de Minas Gerais que integram a área de atuação da Sudene. G1.com

Responder

comment-avatar

*

*