Lucas e Mutum firmam parceria para construir centro socioeducativo

O prefeito, Otaviano Pivetta, recebeu, em Lucas do Rio Verde, a visita de uma comitiva de Nova Mutum para tratar sobre a construção de um centro socioeducativo para menores infratores.
Participaram da reunião, na sexta-feira (05), a promotora Fernanda Pawelec Vieira, o juiz da Infância e Juventude, Gleidson de Oliveira Grisoste Barbosa, e a equipe do Executivo de Lucas do Rio Verde: a procuradora jurídica municipal, Vera Miquelin, o assessor de gabinete, Eliseu Diniz, e o arquiteto e urbanista, Rômulo César Matos. De Nova Mutum estavam presentes o vice-prefeito, Leandro Félix, o procurador jurídico, Alex Maciel, o chefe de gabinete, Mauro Manjabosco, a delegada de Nova Mutum, Angelina de Andrade Ferreira, e o juiz da Infância e Juventude, Leandro Volochko.
Em conversa, o grupo firmou uma parceria para construir um centro socioeducativo para menores infratores em Lucas do Rio Verde. De acordo com o prefeito Otaviano Pivetta, a proposta é ampliar o projeto inicial e envolver as duas cidades na construção. Além da parceria na obra, os municípios contam com o Governo do Estado para manter instituição em funcionamento. “O investimento será na proporção 60-40, ou seja, o município de Lucas do Rio Verde viabilizará 60% da obra e Nova Mutum 40%. Ao Estado fica a responsabilidade de manter a instituição”, destacou Otaviano.
O vice-prefeito de Nova Mutum, Leandro Félix, ressaltou que, além do investimento na construção da instituição em Lucas do Rio Verde, o poder executivo mutuense também estuda outras formas de combater a criminalidade e o tráfico de drogas entre os jovens. “Além deste investimento, nós estamos estudando a viabilidade de construir, com parceria da iniciativa privada, um centro de recuperação em Nova Mutum, diferente desse a ser implantado em Lucas”, disse Leandro.
Na última semana, o prefeito Otaviano e a promotora Fernanda Pawelec Vieira, se reuniram com o procurador-geral de Justiça, Paulo Roberto Jorge do Prado, o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Luiz Antonio Pôssas de Carvalho, e a procuradora de Justiça, Silvana Correa Viana, para tratar sobre a viabilização do projeto. No encontro ficou definido que, no próximo dia 10 de julho, ocorrerá a assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta sobre o assunto. Assinam o TAC o Ministério Público, os municípios de Lucas do Rio Verde e Nova Mutum, além do Governo do Estado de Mato Grosso.24 Horas News

Responder

comment-avatar

*

*