Lucas: professora depõe e confirma que esqueceu criança no carro

Terminou, agora há pouco, o depoimento da professora acusada de ter esquecido uma menina, 3 anos, no banco traseiro de um GM Astra, fechado, no estacionamento de uma escola, no bairro Menino Deus, em Lucas do Rio Verde. A criança acabou não resistindo e morreu, na quarta-feira (19) à tarde. De acordo com o delegado Marcelo Torhacs, a mulher foi autuada por homicídio culposo (sem a intenção de matar).

Torhacs disse que ela confirmou, em depoimento, tudo que já havia sido comprovado anteriormente. A professora explicou que era rotina levar os dois filhos e, de vez em quando, dava carona a menina, que estudava na mesma escola, e era filha de uma professora, da mesma unidade escolar. No entanto, neste dia, como também de costume, as crianças abriram a porta do carro e saíram. “Como era rotina, deixava carro no estacionamento e as crianças seguiam para as salas. Na mente dela, achava que a criança tinha descido com as outras”, disse o delegado, ao relatar as explicações da mulher. “Ela permaneceu no veículo, alguns instantes, separando e revendo seu material. Depois, desceu do carro porque a criança provavelmente dormira. Ela não percebeu a presença de mais ninguém. Ela, então, acionou a trava do veículo e se dirigiu a escola”, acrescentou. “Ela acreditou que a criança tinha entrado. Quando soube, pelo filho, que a menina não havia comparecido à sala de aula, percebeu imediatamente o que havia acontecido e foi ao carro e encontrou a criança deitada, na cadeirinha, sem o cinto, falecida há algum tempo”, disse o delegado.

Marcelo concluiu expondo que é um “fato muito triste. Nós que investigamos também ficamos pesarosos pela família da criança e a pela professora. Sabemos que ela não teve nenhuma intenção. Agora é encerrar a investigação e o Ministério Público decidirá a situação mais justa para a professora responder”, concluiu.

A criança era filha da professora Marizete Von Dentz. O pai trabalha em fazenda. Só Noticia

Responder

comment-avatar

*

*