Marinha encerra buscar por piloteiro que se afogou em Cáceres

A Marinha, Corpo de Bombeiros e funcionários do Hotel Baizinha encerraram na tarde de ontem, 1, a busca pelo corpo do piloteiro Wandenor Alves de Jesus, 43, conhecido como “Claudio”, residente no Bairro Jardim Guanabara, em Cáceres, que se acidentou na última sexta-feira, 26, quando transportava dois turistas. A embarcação também não foi localizada.
Na segunda-feira, 29, as equipes encontraram no rio, a 2,5 km do local do acidente, o corpo do empresário Eduardo Donizete Francisco, de 39 anos, que residia em Minas Gerais.
O grupo de pesca era de Goiás e havia chegado no hotel que fica a 80 quilometros da cidade na quinta-feira, 25. O turista Gustavo Casagrande Cabeça, de 34 anos, que estava com o grupo sobreviveu.
O acidente aconteceu por volta das 13 horas, quando eles retornavam ao hotel. Segundo o depoimento do sobrevivente, uma rajada de vento e a velocidade da embarcação foram os motivos do acidente. Ainda segundo ele, eles já haviam alertado o piloteiro para que diminuísse a velocidade.
Quando o barco virou, Gustavo conseguiu boiar e o piloteiro foi tentar ajudar Eduardo, que se debatia. Foi agarrado pelo turista e ambos afundaram. Nenhum dos três usava colete salva-vidas. 24 Horas News

Responder

comment-avatar

*

*