Mato Grosso reduziu o desmatamento em 93%

Mato Grosso reduziu o desmatamento em 93% em oito anos e, aumentando a produtividade agropecuária, evitou a abertura de 27 milhões de hectares nos últimos anos. O estado vem se tornando referência no país por conseguir equilibrar a produção e a preservação ambiental.
A prova disso é a redução na área desmatada, de 11,8 mil km²  em 2004 para 777 km² em 2012, de acordo com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Mesmo evitando abrir novas áreas, a produção agropecuária mato-grossense acumulou alta de 60% no caso da soja, aumentando de 15 milhões de toneladas em 2005 para 24,1 milhões de toneladas em 2012.
O gestor do Núcleo Técnico da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso – Famato, Eduardo Godoy, ressalta que o aumento da produção agrícola no estado, incentivada pelo plantio de soja, é resultado da alta da produtividade. O rendimento por hectare, conforme levantamento do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária – Imea, passou de 2,2 mil quilos por hectare para 3,1 mil quilos por hectare em oito anos.
 Ele aponta ainda que na pecuária a taxa de lotação quase dobrou chegando a 1,5 cabeças por hectare nos últimos 5 anos. Godoy lembra que a tendência para até 2022 é de redução na área destinada a bovinocultura, atingindo 19,8 milhões de hectares. Por outro lado, teremos aumento do rebanho bovino, totalizando 29,6 milhões de cabeças em Mato Grosso. A projeção ainda é que a soja siga o ritmo crescente, conquistando 39,1 milhões de toneladas na safra 2021/2022.
 Para o coordenador-geral de Monitoramento Ambiental do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis  – Ibama, George Porto Ferreira, o desmatamento no país, seguindo o ritmo de Mato Grosso, entra em acordo com o Plano Nacional sobre Mudança do Clima, que prevê a redução de emissões de gases de efeito estufa, além de outros ganhos ambientais e benefícios socioeconômicos.
 A iniciativa propõe ainda metas e visa incentivar o desenvolvimento e aprimoramento de ações de mitigação no Brasil. Entre 2004 e 2001 o desmatamento observado no país reduziu de 19.625 km² para 4.656 km². Para 2020, o objetivo é chegar a 3.925 quilômetros quadrados.

Responder

comment-avatar

*

*