Mato Grosso terá comitiva de 6.500 jovens na JMJ e dom Milton fará 3 palestras no Rio de Janeiro

A expectativa para a Jornada Mundial da Juventude e a chegada do papa Francisco ao Brasil só aumenta. O evento que espera dois milhões de jovens de todo o mundo na cidade do Rio de Janeiro entre os dias 23 a 28 de julho contará com a presença de 6.500 participantes do estado de Mato Grosso.
Em preparação para a viagem ao Rio de Janeiro, a Arquidiocese de Cuiabá está realizando a Semana Missionária. A programação que inclui missão de evangelização em escolas e bairros, eventos culturais, recepção de peregrinos estrangeiros, shows e missas, terminará no domingo com a caminhada da fé, que sairá da Catedral às 7 horas e irá até o Memorial Papa João Paulo II com estimativa de atrair mais de 25 mil pessoas.
Desde que JMJ Rio 2013 foi convocada pelo papa Bento XVI, os jovens mato-grossenses se organizam por meio de caravanas e pacotes de viagens ofertados por agências católicas. Viagem que será custeada com o dinheiro arrecadado com promoções, rifas e ações dos membros de grupos das dioceses da capital e do Estado.
O Arcebispo Metropolitano de Cuiabá, dom Milton Santos, vê a jornada como uma injeção de fé não só para os jovens, mas para toda comunidade católica. “Esse é um evento que chacoalha o mundo, e o momento é perfeito, em que parece que os jovens acordaram, é o clamor da juventude mundial, um sinal de fé”, destacou.
Durante a JMJ no Rio de Janeiro, dom Milton irá ministrar três palestras aos jovens: “Sede de esperança, sede de Deus”, “Ser discípulo de Cristo”, “Ser Missionário: “Ide”, que terá grupos de aproximadamente mil participantes.
A Jornada Mundial da Juventude, que já passou por doze países diferentes desde 1986, terá início terça-feira. Com o mundo católico de olhos voltados para a América Latina, “o papa do fim do mundo” – como ele disse –, Francisco, chega ao Brasil na segunda-feira e passará uma semana com uma agenda que inclui desde atos protocolares, como o encontro com a presidente do Brasil, Dilma Rousseff, e visitas a comunidades carentes, além de uma visita ao santuário de Aparecida, em São Paulo. E deve anunciar ao final, o local do próximo evento da JMJ.24 Horas News

Responder

comment-avatar

*

*