Ministério Público denuncia mulher suspeita de matar avô de Lorran


O Ministério Público Estadual (MPE-MT) denunciou por latrocínio [roubo seguido de morte] uma mulher suspeita de matar o idoso Cirilo Alves da Mota, de 87 anos, avô do jogador do Flamengo, Michel Lorran. Segundo o promotor criminal responsável pela denúncia, Wudson Luiz Franco, a mulher suspeita pode cumprir de 20 a 30 anos de prisão caso seja condenada pela Justiça. Ainda de acordo com o promotor, conforme o inquérito policial, um dia antes do crime, a mulher teria roubado o cartão de crédito do idoso.

O corpo do aposentado foi encontrado com marcas de estrangulamento dentro da casa dele, em Barra do Garças, a 516 km da capital Cuiabá, pelo filho da vítima, Cleomar Araújo da Mota, que é pai do jogador Lorran. Segundo Cleomar, o aposentado acompanhava quase todos os jogos do Flamengo, time do coração, e foi sepultado com a camisa do rubro-negro carioca.

Ao GLOBOESPORTE.COM, Michel Lorran disse que o avô foi um dos que mais o incentivou a se tornar jogador de futebol e que antes do crime, a família planejava levar o idoso até o Rio de Janeiro para assistir uma partida do Flamengo.

– Quando eu ainda estava em Mato Grosso, ele morava comigo e com os meus pais. Sempre fomos muito ligados um ao outro. Ele era torcedor do Flamengo e eu sempre levava camisetas do time para ele. Estávamos até planejando para ele ir assistir um jogo meu pelo Flamengo lá no Rio – revelou o jogador. A mulher suspeita está presa à disposição da Justiça.

fonte: G1MT

Responder

comment-avatar

*

*