Misteriosamente Hospital inaugurado em 2008 continua fechado em MT

No final de 2008 chegava ao fim um sonho antigo dos sinopenses a obra do Hospital Municipal em Anexo ao Proto Atendimento da cidade (PA), uma obra de aproximadamente R$ 06 milhões e que continua fechado mesmo após ter sido inaugurado, pois os caprichos políticos não deixaram que essa obra se tornasse usufruto para a sociedade.

Após uma CPI (Comissão Processante de Investigação) pela Câmara Municipal de vereadores ficou aprovado o uso interino das obras conclusas e que não havia nenhuma irregularidade do convênio da mesma.

O hospital é composto de um grandioso prédio com capacidade para 74 leitos, salas para UTIs adultos, Neo Natal entre outras que eram regidas pelas normas da época, e que era obrigatoriamente acompanhada pela câmara de vereadores.

O projeto fiscalizado e aprovado pela Anvisa de Mato Grosso e o Ministério da Saúde foi inaugurado no final da gestão do prefeito Nilson Leitão (PSDB) que entregou a administração em janeiro de 2009 para seu maior opositor político Juarez Costa (PMDB).

Porém em janeiro de 2009 o hospital não começou a funcionar como previsto e sem explicação nenhuma o prefeito até o momento não abriu a unidade de saúde enquanto pessoas esperam na fila do Pronto Atendimento, “cheguei aqui as 03h da manhã e ainda não fui atendida, já são quase 09hs da manhã e nada, só esperando na fila”, disse uma senhora que não quis se identificar.

“As mães ficam horas na fila do PA é uma vergonha na ultima semana cheguei lá às 3h da manhã com meu bebe de 07 meses com febre chorando muito e fui atendida pasmem às 7h10min da manhã”, disse Dioslaine Lopes.

O vereador Fernando Assunção (PSDB) disse que desde 2009 quando assumiu cobra a abertura da unidade pelo gestor que dá inúmeras desculpas e nada, “estamos cobrando, mas ele só enrola a gente, dá desculpas e prazos e promessas não cumpridas”, disse ele.

Na última terça-feira (25/04) no uso da tribuna na Assembleia Legislativa o Deputado Estadual Dilmar Dal’Bosco (DEM) desceu o verbo e cobrou agilidade nas promessas tanto do executivo municipal quanto o estadual, “em Sinop o hospital municipal continua fechado e já recebeu mais de 50 milhões de reais em promessas”, afirmou o parlamentar.

Fotos tiradas em 2010 e 2011 mostram a situação de descaso e abandono do hospital com as comparadas da inauguração ocorrida em 2008, “as coisas se deterioram, acabam com o tempo se deixadas mal cuidadas e jogadas, isso é dinheiro nosso, dinheiro do povo”, afirmou Assunção.

Nossa reportagem tentou contato com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura (Assecom), mas até o fechamento desta reportagem os telefones chamavam e ninguém atendia.


BBnews da Redação

Responder

comment-avatar

*

*