Moradores denunciam descarte de remédios vencidos em terrenos de MT

Moradores do Bairro Jardim Petrópolis, em Várzea Grande, região metropolitana deCuiabá, denunciam o descarte irregular de diversas caixas de remédios e seringas em terrenos baldios das proximidades. Segundo os moradores, alguns órgãos públicos já foram solicitados para resolver o problema, mas nada foi resolvido.

A Secretaria de imprensa do Sindicato das Farmácias informou que na cidade ainda não há uma lei que regulamenta o descarte regular dos medicamentos. O diretor da Vigilância Sanitária de Várzea Grande, Emerson de Araújo, afirma que não há uma definição sobre o local apropriado para fazer o descarte dos medicamentos.

“As empresas privadas têm a obrigação de ter o Programa de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde. Elas devem incluir qual será a definição final para os medicamentos vencidos. Mas caso a farmácia não tenha esse projeto, ela deve contratar alguma empresa terceirizada para realizar os serviços”, disse o diretor.

Conforme o diretor, os moradores podem procurar diversos órgãos públicos municipais. “Vigilância Sanitária e Secretaria de Meio Ambiente podem ajudar nesse problema porque são questões ambientais. Essas instituições estão habilitadas para desenvolver qualquer tipo de ação que possa resolver o problema”, afirmou.G1.MT

Responder

comment-avatar

*

*