MPF chama frigoríficos de MT para pacto contra o desmatamento ilegal

Na sexta-feira (30/03),  o Ministério Público Federal espera receber os representantes de 11 frigoríficos de médio e grande porte, com unidades em Mato Grosso, que foram chamados para a assinatura de um pacto pelo desmatamento ilegal zero.
A partir da assinatura do pacto, juridicamente chamado de Termo de Ajustamento de Conduta, os frigoríficos se comprometem a adotar os critérios estabelecidos a fim de iniciar a regularização da cadeia produtiva da carne em Mato Grosso. Em linhas gerais, o TAC estabelece que os frigoríficos não poderão comprar animais de propriedades que tenham sua base de produção associada ao trabalho escravo, à grilagem de terras, à violência agrária, ao desmatamento ilegal; ou que produzam sobre terras indígenas, unidades de conservação, áreas pertencentes a comunidades quilombolas e terras devolutas.
Esta é a segunda etapa de assinatura dos Termos de Ajustamento de Conduta de frigoríficos com o Ministério Público Federal em Mato Grosso. Em maio de 2010, os frigoríficos Independência, JBS e Marfrig assinaram o TAC e têm suas atividades de compra de animais para o abate monitoradas pelos órgãos de controle e pelo Ministério Público Federal para garantir o cumprimento das cláusulas do acordo.
A reunião na sede do MPF será na sexta-feira (30/03), às 14h, e será conduzida pelos procuradores da República Marcia Brandão Zollinger e Daniel Azeredo Avelino.
Veja a relação dos frigoríficos chamados para assinar o Termo de
Ajustamento de Conduta:
1.BOMBONATTO INDUSTRIA DE ALIMENTOS LTDA
2.BRF – BRASIL FOODS S.A.
3.FRICAL FRIGORIFICO LTDA.
4.FRIGORIFICO VALE DO RENDENTOR S/A
5.GUAPORE CARNE S/A
6.IFC – INTERNATIONAL FOOD COMPANY INDUSTRIA DE ALIMENTOS S.A.
7.NAVI CARNES – INDUSTRIA E COMERCIO LTDA.
8.PANTANEIRA INDUSTRIA E COMERCIO DE CARNES E DERIVADOS LTDA.
9.SADIA S.A.
10.VALE GRANDE INDUSTRIA E COMERCIO DE ALIMENTOS S/A.
11.ZEBU DISTRIBUIDORA DE CARNES LTDA – EPP.
24 horas news

Responder

comment-avatar

*

*