MPF vai investigar irregularidade em convênios de 1,1 mi da Funasa em Confresa

Dois convênios firmados em 2006 entre a prefeitura municipal de Confresa durante a administração do prefeito Mauro Sérgio (PT) e a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), que previam um pouco mais de R$ 500 mil em um e no outro R$ 600 mil , estão na mira no Ministério Público Federal, com acusações de possíveis irregularidades.

O inquérito civil público instaurado para apurar as irregularidades dos convênios que já haviam sido averiguados pela Controladoria Geral da União é diante da necessidade de mais informações, maior prazo e da complexidade do caso.

A portaria foi assinada no último 08/02 em Brasília pelo procurador da República Otávio Balestra Neto. O MPF já conduzia o procedimento administrativo desde 2012.

Agencia da Noticia

Responder

comment-avatar

*

*