Mulher tenta introduzir celular no presídio

| Escrito por Jornal Interativo | | |

ÁGUA BOA – Uma mulher ao fazer visita íntima na Penitenciária Regional Major Zuzi foi flagrada com um telefone celular, um carregador e um fone de ouvido. Todo esse material estava nas partes íntimas da mulher. A mulher de 23 anos é oriunda de Pontal do Araguaia. Ela tem um companheiro preso na Penitenciária e pretendia fazer uma visita íntima hoje pela manhã. Ao fazer a revista íntima, a policial militar responsável pelo caso pediu que a mulher passasse também pelo detector de metais. A máquina apitou indicando alguma alteração. Num primeiro momento, a suspeita disse que tinha um DIU instalado no útero, uma espécie de anticoncepcional feminino. A suspeita foi trazida para o Hospital Regional Paulo Alemão, onde passou por novo exame de raio X. O exame detectou a presença do celular, um carregador de celular e um fone de ouvido. Os materiais estavam em suas partes íntimas. Depois disso, um médico do Hospital Regional fez a retirada dos aparelhos, que servirão de provas contra a suspeita. Ela foi detida e entregue na Delegacia de Polícia local, onde vai prestar depoimento, e será liberado. Esse tipo de atitude não é considerado crime, apenas Termo Circunstanciado de Ocorrência. Mais uma aliviada que os deputados deram nas leis. Quanto mais leis frouxas, mais a marginalidade vai aumentar nesse país. Adicionar novo comentário

Responder

comment-avatar

*

*