Mutirão da Polícia Civil envia à Justiça três mil procedimentos policiais

Em cinco dias, as Delegacias da Polícia Judiciária Civil do interior do Estado de Mato Grosso enviou a Justiça quase 3 mil procedimentos policiais, durante o primeiro mutirão de 2012, realizado entre os dias 28 de maio a 1º de junho.

A força-tarefa, determinada pela diretoria de interior, instaurou 2.500 procedimentos policiais, entre inquéritos policiais, termos circunstanciados de ocorrências e atos infracionais e finalizou 2.948 procedimentos. Em uma semana, as unidades policiais encaminharam aos Fóruns das comarcas 1.497 inquéritos policiais, 1.140 TCO e 311 atos infracionais, além da instauração de 1.141 inquéritos, 1.008 TCO e 351 atos infracionais.

De acordo com o diretor de interior, Aldo Silva da Costa, o mutirão é realizado duas vezes no ano, para por em dia os procedimentos policiais existentes nas delegacias, cumprindo diligências, finalizando investigações e instaurando inquéritos e TCO”s.”O objetivo é reduzir a demanda reprimida de inquéritos policiais”, destaca.

Com a entrada dos novos delegados, o diretor espera realizar pelo menos quatro mutirões no próximo ano. “Todos os anos temos mais procedimentos instaurados do que concluídos. Isso ocorre porque no interior as delegacias tem muito atendimento ao público e as autoridades policiais, devido à sobrecarga, tendo menos tempo para finalizar os procedimentos. Muitos acabam relatando os inquéritos em casa”, pontua Aldo.

A delegada regional de Sinop, Maria Antonia Soares, disse que os inquéritos policiais relatados são de várias naturezas, alguns mais recentes e outros antigos. “Cada delegacia reuniu sua demanda e fez o que tinha em andamento na unidade”, pontuou.

Nas 19 delegacias instaladas na região de Sinop foram concluídos 381 inquéritos policiais e abertos 336, finalizados 149 TCOs e iniciados 183, além de 73 atos infracionais instaurados e 86 concluídos. “Esse resultado deu positivo graças aos novos escrivães. A chegada deles deu uma melhorada na produtividade. A tendência agora é só aumentar”, analisou a delegada regional.

Participaram do mutirão as delegacias das regionais da Polícia Judiciária Civil de Água Boa, Alto Araguaia, Alta Floresta, Barra do Garças, Cáceres, Diamantino, Pontes e Lacerda, Sinop, Juína, Porto Alegre do Norte, Rondonópolis e Tangará da Serra.

Responder

comment-avatar

*

*