Nortão: MST bloqueia a BR-163 pelo 2º dia e “desvio” tem 60km

Integrantes do Movimento Sem Terra (MST) voltaram a bloquear a BR-163, por volta das 6h, a cerca de 50 quilômetros de Sinop (sentido Itaúba). O coordenador do movimento, Marciano da Silva, disse ao Só Notícias que não há previsão de liberação da rodovia, como aconteceu ontem, das 12h às 14h. Este é o segundo dia seguido do manifesto. Nesta terça-feira, a interrupção no tráfego foi das 7h30 às 12h. No intervalo centenas de caminhões, carretas, carros, ônibus e motos passaram nos dois sentidos. Das 14h às 18h, a rodovia que liga o Nortão a Cuiabá voltou a ser bloqueada.

Há uma “rota alternativa” para continuar viagem e não ficar parado nas longas filas. É por estradas vicinais no município de Claudia, passando próximo ao assentamento Zumbi dos Palmares e um trecho da MT-423. Um profissional liberal, que reside em Sinop, passou ontem, pelo local, e relatou ao Só Notícias que rodou 60 km a mais, mas não ficou “preso” no bloqueio. São estradas não pavimentadas.

O motivo do bloqueio é o possível despejo de 200 famílias do assentamento 12 de Outubro, devido a construção da barragem da Usina Hidrelétrica de Sinop, no rio Teles Pires, além da regularização de todos os assentamentos da região (sete no total). “Ainda não tivemos posicionamento do Instituto de Colonização e Reforma Agrária. Há articulações em Brasília, mas não tem nada definido”, explicou Marciano.

O bloqueio causou transtornos para centenas de pessoas que dependem da rodovia para seguir de Sinop a Itaúba, Colíder, Alta Floresta, Guarantã e demais cidades, bem como os que pretendem se dirigir a Cuiabá. Empresas tiveram atrasos nos transportes de combustível, madeira, produtos alimentícios e muitos outros. As viagens de ônibus também atrasaram. Só Noticia

Responder

comment-avatar

*

*