Notícias Polícia Judiciária Civil‏

Acusado de fazer imagens das enteadas é preso pela Polícia Civil
Assessoria/PJC-MT
Um homem acusado de pedofilia foi preso pela Polícia Judiciária Civil, nesta sexta-feira (18.10), em Cuiabá. O acusado Thiago César Silva Dantas, 25, passou a ser investigado após denúncia feita pelas suas enteadas de 13 e 18 anos. O padastro utilizava o celular para fazer imagens das adolescentes nuas.
O acusado tem um relacionamento com a mãe das vítimas há quatro anos e passou a morar junto com a companheira e as filhas, em agosto deste ano. Desde então, as garotas começaram a desconfiar das atitudes do padrasto e resolveram procurar a Polícia.
De acordo com a denúncia das adolescentes, o acusado deixava o aparelho celular carregando no quarto ou banheiro delas, com a câmera ligada. Como o aparelho era protegido por senha, as garotas não conseguiam ter certeza se estavam sendo filmadas.
Policiais da 3ª Delegacia de Polícia fizeram a apreensão do celular do suspeito e de aparelhos notebooks utilizados na casa, onde verificaram a existência de filmagens das garotas, enquanto tomavam banho e trocando de roupa. Além do celular, o acusado usava a câmera do notebook das próprias vítimas para fazer as imagens das adolescentes sem roupas.
De acordo com uma das vítimas, o padrasto costumava “brincar” de dar tapinhas em suas nádegas.
Diante dos fatos, o acusado teve a prisão preventiva representada pelo crime de produzir, reproduzir, dirigir, fotografar, filmar ou registrar, por qualquer meio, cena de sexo explícito ou pornográfica, envolvendo criança ou adolescente, previsto no artigo 240 do Estatuto da Criança e do Adolescente. A ordem judicial foi decretada pela 1ª Vara de Violência Doméstica de Cuiabá e cumprida na manhã desta sexta-feira (18), por policiais da 3ª DP.
De acordo com o delegado titular da 3ª DP, Wilson Leite, as investigações continuam com objetivo de saber se o acusado compartilhou as imagens na Internet.
 
Polícia Civil esclarece homicídio no bairro da Manga em Várzea Grande
A Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa, da Polícia Judiciária Civil, esclareceu nesta sexta-feira (18.10), um homicídio ocorrido no dia 09 de maio, no bairro da Manga em Várzea Grande. Apontados como autores do crime, os acusados Jefferson Elias de Campos Santos, 19 e Reinaldo Ribeiro Moura, 18, foram presos em cumprimento de mandado de prisão preventiva pelo homicídio de Jackson Daniel Vieira de Moura.O crime aconteceu em frente a casa dos suspeitos. Após uma discussão, ocorrida na escola estadual José Leite de Moraes, onde os jovens estudavam, a vítima foi morta com um golpe de faca no peito. O acusado Jefferson que morava na casa do comparsa fugiu e Reinaldo foi para cidade de Comodoro (644 km a Oeste), onde ficou escondido na casa de parentes.

Após investigações e oitiva de testemunhas, a delegada da DHPP, Silvia Maria Pauluzi, reuniu elementos comprobatórios da autoria crime e representou pela prisão preventiva dos suspeitos, que foi decretada pela Justiça.

O acusado Reinaldo teve o mandado de prisão cumprido em Comodoro, no último dia 07 de outubro. Na manhã desta sexta-feira (18), policiais da DHPP, localizaram Jefferson, na casa de Reinaldo, no bairro da Manga, em Várzea Grande. Em depoimento, os acusados negaram a autoria do crime.

 

Responder

comment-avatar

*

*