Nova Xavantina : Empresário morre depois de levar soco de doente mental

Nova Xavantina perde mais um de seus filhos, desta vez vítima do acaso e de acontecimentos fortuitos. O empresário Edson Vilmar Freiberg, proprietário da Churrascaria e Pizzaria Palladar, no centro de Nova Xavantina, faleceu na manhã desta sexta feira, 14, no Hospital Med Barra, em Barra do Garças.

Edson foi violentamente agredido pelo deficiente mental de Nova Xavantina conhecido como “Cissão doido”, no Bar da Pretinha, situado no bairro Estilaque Leal, na noite da quinta feira, 13. quando retornava do balcão do estabelecimento.
Segundo testemunhas, a agressão foi gratuita, já que Cícero estava “dando trabalho” no bar, importunando clientes, e ao cruzar com Edson, lhe desferiu um violento soco no rosto, que o fez deitar ao chão inconsciente.
Levado ao Hospital  Municipal, foi imediatamente encaminhado para Barra do Garças, com suspeita de fratura no crânio. Na manhã desta sexta feira, Edson sofreu um enfarto em consequência da agressão sofrida, já que tinha problemas cardíacos. Seu corpo está sendo conduzido para Nova Xavantina. O Restaurante Palladar está fechado e com bandeiras de luto à sua porta.
DOENTE MENTAL
“Cissão doido” é uma conhecida figura dos novaxavantineses, foi funcionário do antigo Dermat muitos anos, mas entrou em processo de deficiência mental há vários anos. No início de sua doença, Cícero chegava a andar nú pelas ruas, e sempre com comportamento violento e imprevisível. 
Internado, medicado e tratado, estava em recuperação e em estado normal de comportamento já há algum tempo, chegando até a dirigir veículos normalmente na cidade. Acredita-se que o mesmo não tenha tomado os remédios, o que causou o distúrbio. Durante sua fase doente, ele chegou a morar em Água Boa, dando muito trabalho para os policiais aguaboenses.
No momento em que escrevemos, ele está internado e sedado no Hospital Municipal, amarrado à uma maca. Antes no entanto deu trabalho: chegou a fugir do hospital, e foi encontrado nú numa casa próxima, quando um policial militar de Nova Xavantina teve que rolar com ele no chão para algemá-lo e reconduzi-lo ao hospital.
Na delegacia de Polícia Civil do município, aguarda-se o pronunciamento do delegado de ÁGua Boa, que está respondendo interinamente pela delegacia de Nova Xavantina, já que o titular, Dr. Sidharta, está de licença paternidade. Segundo avaliação dos policiais, ele deverá ser reinternado numa clínica para tratamento, uma vez que é caracterizado como doente mental, e teoricamente nesta condição não pode ficar preso.
Atualizado: Cissão doido já está detido na cadeia pública de Nova Xavantina. Ele foi transferido do Hospital Municipal para o presídio ontem a noite, por volta das 10 horas, e está a disposição da Justiça.  Interessante News

Responder

comment-avatar

*

*