Nunca me furtei a esclarecer e agora não será diferente”, diz Maggi

O senador Blairo Maggi (PR) afirmou que nunca se furtou de prestar qualquer informação sobre sua gestão e que, desta vez, não será diferente quanto as investigações do Ministério Publico Estadual (MPE) por sua suposta participação no esquema que superfaturou R$ 44 milhões na compra de 705 maquinários por parte do Governo do Estado.

“Estou à disposição de quem quer que seja naquilo que for necessário”, garantiu Maggi, por meio de assessoria, logo após a decisão da maioria do Conselho Superior do Ministério Público Estadual (MPE) de dar continuidade às investigações. Maggi protocolou, nesta segunda-feira (06), uma ação que autoriza a quebra de seu sigilo fiscal e bancário com o intuito de dar mais agilidade às apurações e garantir mais transparência ao inquérito civil.

O ex-governador reforça que a autorização para a quebra de seu sigilo fiscal também é necessária para por fim às especulações e garantir a moralidade administrativa. Maggi disse, que espera com a ação impetrada hoje, que o Ministério Público não só dê sequência aos trâmites como promova mais agilidade à investigação sob o registro 01/2010.

Blairo lembrou ainda, que na época em que recebeu a denúncia de superfaturamento e desvio dos cofres públicos na aquisição de 705 máquinas foi ele mesmo que, na condição de governador, determinou à Procuradoria Geral do Estado (PGE) a investigação da denúncia.

“Fui eu mesmo quem tomou a decisão de mandar apurar as denúncias de irregularidades e, se fossem comprovadas, que as providências legais fossem tomadas contra os responsáveis”.

Na manhã desta segunda, o Conselho do MPE decidiu, por maioria de sete votos a quatro, dar continuidade às investigações da suposta participação do ex-governador no esquema. O procurador Siger Tutiya foi escolhido para dar continuidade aos trâmites.

Olhar Direto.

Responder

comment-avatar

*

*