OAB encaminha ofícios pedindo a permanência de Barbosa

Escrito por Chocolate.

 

vara federal 1

A reportagem do Chocolate News apurou nesta quarta-feira (23), que a OAB – Ordem dos Advogados do Brasil, encaminhará ofícios para o governador Silval Barbosa, Comando-Geral da Polícia Militar e Secretaria de Justiça de Mato Grosso, solicitando a permanência do coronel Valdenir Barbosa, no V Comando Regional Leste.

O presidente da OAB – Subseção de Barra do Garças, Sandro Saggin, disse que, apesar do ato de passagem de comando estar marcado para esta quinta-feira(24), acredita no bom senso do governador e que em tempo, ele possa reparar este grave erro que está sendo cometido.

– Sou contra a ingerência política em outras entidades. Tem que ser uma decisão técnica. Isto é um desrespeito para com a população do Vale do Araguaia, que abrange o comando do coronel Barbosa. Este modelo antiquado de administrar um município, na base da truculência e do coronelismo, onde o prefeito acha que manda em tudo na cidade, tem que acabar. É inadmissível que, em pleno século 21, transfiram juízes, promotores, comandantes, delegados ou qualquer outro funcionário público, só para atender aos caprichos de um prefeito coronel -disse Sandro Saggin, irritado.

O advogado disse ainda que o prefeito, comanda apenas o poder executivo, não cabendo a ele: indicar, nomear, ou pedir transferência de membros de outros órgãos públicos.

– Não podemos deixar os membros de outros órgãos públicos a mercê do executivo. Estão desmoralizando os demais poderes (Judiciário e Legislativo). Digo e repito: O coronel Barbosa não deveria ser transferido. O trabalho dele é respeitado pela população. Ele quebrou a mística existente entre polícia e população. É um homem que interage com a sociedade. Ele humanizou o comando da polícia, obtendo o respeito e carinho da tropa que comanda. A Barra vai perder muito com esta transferência repentina e muito mal esclarecida, por isso, estamos encaminhando ofícios para o governador Silval Barbosa, Comando-Geral da PM e SEJUSP, requerendo a permanência do coronel Barbosa em Barra do Garças – finalizou Sandro Saggin

Responder

comment-avatar

*

*