OBRA DA PASSARELA SÔBRE O RIO DAS MORTES ENTRA EM FASE DE ACABAMENTO

A equipe de funcionários, técnicos e coordenadores da empresa CIBE –Comércio e Indústria de Pré Moldados Ltda, comemoraram na última quarta feira, 21, a conclusão da concretagem do piso da passarela sobre o Rio das Mortes, em Nova Xavantina, etapa que finaliza toda a parte de alvenaria da obra; que tem a previsão de inauguração pela Prefeitura de Nova Xavantina em 23 de junho próximo.

Segundo o Mestre de Obra da CIBE, Valdik Rodrigues Lima, resta agora o acabamento, que é a montagem dos parapeitos ou do corpo da passarela, cujas peças já vem prontas; e a parte elétrica, que inclui a colocação de luminárias superiores e inferiores ao piso.

Essa parte, segundo Valdik, deverá estar concluída ainda durante o mês de abril, restando à Prefeitura realizar os acessos em ambos os lados do atrativo, para os quais já existe projetos e recursos disponíveis, conforme explicou o Secretário Municipal de Turismo e Meio Ambiente, Valteri Araújo: “Tão logo seja concluída essa parte da construção, a Prefeitura já está prontinha para executar as obras de acesso, para a inauguração em 23 de junho” disse Valtinho.

A passarela terá 186 metros de comprimento, 3 metros e vinte de largura, será só para pedestres e ciclistas; toda iluminada, o que deverá transformá-la num dos mais belos atrativos turísticos do Vale do Araguaia. Com sete colunas de sustentação, algumas com até 24 metros de profundidade e o custo total de R$ 2.227.044,05, a obra deverá mudar os hábitos da população, uma vez que ir e vir na cidade, a pé, se tornará um processo prazeroso e agradável de passeio e distração, de caminhadas e de visita à um dos três rios menos poluídos do mundo, o Rio das Mortes.

Do ponto de vista prático e funcional, a obra vai solucionar o problema de todos os que utilizam os dois setores da cidade -para o trabalho, estudo, negócios, compromissos, etc; que agora terão encurtado o trajeto significativamente; além de ligar diretamente “os corações” dos dois pontos mais centrais da cidade, tanto do setor Xavantina, como do setor Nova Brasília; o que deverá, também, provocar uma mudança cultural e de paradigmas no seio da população.

Assessoria de Imprensa NX

Responder

comment-avatar

*

*