Ônibus da Barrattur que saiu de São Félix do Araguaia pega fogo e queima todas as bagagens dos passageiros no Goiás

Na madrugada do dia (30.07.2013), por volta das 02h00min horas da madrugada, um ônibus da empresa Barratur, que saiu da cidade de São Félix do Araguaia, as 08h00min horas da manhã do dia 29.07.2013, com destino a cidade de Goiânia, pegou fogo entre as cidades de Iporá e São Luiz de Montes Belos no estado de Goiás, ficando totalmente destruído.

Na hora do desespero o motorista tentou abrir a porta do ônibus que no momento estava travada, mas com a ajuda de alguns passageiros conseguiu abrir a mesma, por onde os passageiros saíram desesperadamente para fugir da fumaça e das chamas que consumiam rapidamente o veículo.

O fogo se alastrou rapidamente no interior do ônibus, queimando tudo que se se encontrava pela frente, inclusive todas as bagagens dos passageiros que viajam no ônibus, algumas pessoas passaram mal devido a fumaça causada pelo fogo.

Os passageiros assistiram com tristeza o fogo consumindo todos os seus pertences rapidamente, sem haver possibilidade de recuperá-las, ficando apenas com a roupa do corpo.

Um dos passageiros que estava no ônibus, mas que preferiu não se identificar contou ao Agência da Notícia que apesar do susto, a Barratur não teria prestado assistência aos passageiros. “Passado o susto, após longa espera de quase duas horas e trinta minutos no meio da estrada, naquela escuridão, sem receber nenhuma assistência pela empresa BARRATTUR, os passageiros, por volta das 04h30min da manhã foram pegando carona em ônibus de outras empresas como Viação Xavante, Satélite e outros, para chegar a cidade de Goiânia, porque não tiveram apoio pela Barratur”, contou um dos passageiros que estava no ônibus.

Ele ainda contou que já em Goiânia a empresa também não teria dado assistência aos passageiros que tiveram todos os pertences consumidos pelo fogo. “Pela manhã, já em Goiânia nós procuramos o guichê da empresa  BARRATUR para pedir informações, quais os procedimentos deveriam serem tomados em virtude da ocorrência, o responsável do guichê naquele momento informou que caso deste nível só resolveria na garagem da empresa, pelo telefone procuramos a garagem a qual recusou a dar informações, a pessoa que o atendeu (não foi informado o nome) disse que não se resolveria com ele e desligou o telefone. Uma das passageiras foi então até a garagem para ver quais os procedimentos que deveria ser tomado para resolver as questões, uma vez que a sua mala foi totalmente queimada, eles disseram que a empresa não tinha nada ver com este problema e que os passageiros teriam que resolver suas questões com a seguradora. Procurada a Seguradora informou que o seguro tem um teto de cobertura no valor de R$ 100,00 a R$ 1.100,00, mais ou menos por passageiro”, contou o passageiro.

Outra denúncia contra a empresa Barratur que atua na região do Araguaia, com viagens interestaduais para o estado de Goiás, Tocantins, Pará, é de que a empresa estaria trabalhando com superlotação. O mesmo passageiro que estava no ônibus que pegou fogo, contou que no dia 29 de julho, um ônibus saiu de São Felix do Araguaia com destino a cidade de Ribeirão Cascalheira, super lotado, já que haviam passageiros viajando em pé, o que é proibido pelas Leis de Trânsito.

Procurada pela reportagem do Site Agência da Notícia, os telefones da empresa Barratur não atenderam.

 

Responder

comment-avatar

*

*