Operação conjunta faz varredura em bairro e prende autores de homicídios em Nova Mutum

 

 Assessoria/PJC-MT


Segundo as investigações, os dois dominavam ações criminosas no bairro Novo Horizonte, conhecido também por Prohab. Entre os homicídios praticados, está o caso de duas vítimas encontradas às margens da rodovia MT 235, com sinais de tortura. As vítimas, José Rafael Venceslau e Charles Bernando dos Santos, ambos maiores de idade, foram amordaçados, amarrados e cada um morto com um tiro na cabeça. O crime ocorreu no dia 22 de fevereiro deste ano e estaria ligado ao sumiço de um revólver calibre 38.
Os mandados, cumpridos de forma simultânea por 25 policiais civis e 35 militares nas primeiras horas desta sexta-feira, culminaram na prisão de Jefferson Santos Alves, 22 anos, e José Edmilson dos Santos, 32 anos, apontados como autores de três assassinatos ocorridos na cidade. O primeiro Jefferson teve dois mandados de prisão cumpridos, uma temporária e uma preventiva.Quatorze mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão foram cumpridos no município de Nova Mutum (264 km ao Norte), na operação Prohab, deflagrada nesta sexta-feira (04.04), pela Delegacia da Polícia Judiciária Civil local com apoio da Polícia Militar e das Delegacias de Lucas do Rio Verde de Arenápolis.

A delegada Angelina de Andrade Ferreira informou que as ordens foram expedidas dentro das investigações que apuram os homicídios e também crimes de tráfico de drogas, receptação, porte e posse ilegal de arma de fogo. “Essa ação foi importante para mostrar aos moradores do bairro, que a Polícia atua no local, pois a imagem que passava era de que a Polícia não podia entrar no bairro. A população pode se sentir mais segura”, afirmou à delegada.

A dupla de alta periculosidade ainda é investigada no assassinato de Fagner Willian Alexandre de Oliveira, morto com tiro no dia 22 de outubro de 2013, por motivo fútil relacionado à venda de maconha, a qual um usuário havia reclamado aos autores que seria de má qualidade.

Na operação, os policiais apreenderam produtos, possivelmente de origem ilícita, como bicicleta e eletroeletrônicos, em uma casa investigada como local de receptação de materiais roubados e furtados. Também foram apreendidas porções de maconha.

Participaram também da operação os delegados Marcelo Martins Torhacs, de Lucas do Rio Verde e o delegado Rafael  Mendes Scatolon, de Arenápolis, com suas respectivas equipes, com apoio da Regional de Diamantino.

 

Responder

comment-avatar

*

*