Operação da Polícia Civil prende 20 pessoas em Barra do Garças

Assessoria/PJC-MT

Vinte e um mandados de busca e prisão foram cumpridos pela Polícia Judiciária Civil, na Operação “Barra Limpa”, desencadeada no município de Barra do Garças, durante dois dias de trabalho operacional ocorridos na quinta-feira (02.07) e sexta-feira (03.07).

A operação Barra Limpa foi realizada pela equipe da 1ª Delegacia de Polícia do centro de Barra do Garças, com apoio das Delegacias Especializadas de Roubos e Furtos, Defesa da Mulher e da 2ª Delegacia de Polícia do Bairro São José, e culminou no cumprimento de dezenove mandado de prisão e dois mandados de busca e apreensão domiciliar.

A ação objetivou cumprir 19 mandados de prisão, sendo 17 alvos em Barra do Garças e  2 na cidade do Pontal do Araguaia, expedidos pelo Juízos das Varas Criminais da Comarca de Barra do Garças. Além de mais dois mandados de busca e apreensão domiciliar.

As dezenoves ordens de judiciais cumpridas pela Polícia Civil, retiraram pessoas procuradas pela Justiça por praticar diversos crimes como roubo, tráfico, homicídio, furto, entre outros. No decorrer das diligências um jovem foi preso em flagrante por tráfico de drogas.

O acusado, Matheus Souza Costa, 18, foi surpreendido pelos policiais civis nas proximidades de um bar, no bairro São José, com cerca de 300 gramas de maconha. O local é suspeito de ser ponto de venda drogas e Matheus conhecido pela polícia por ter sido várias vezes apreendido quando menor de idade.

Após ser conduzido à Delegacia de Polícia, Matheus foi preso em flagrante por tráfico de drogas. Durante o seu interrogatório, a Polícia Civil detectou que o celular do suspeito recebeu várias mensagens de usuários querendo comprar entorpecente.

Na ação uma pessoa também foi detida por desacato, e autuada no termo circunstanciado de ocorrência (TCO) e liberada em seguida.

A operação foi deflagra no início da temporada de praia do mês de julho, visando além de retirar das ruas autores de crimes mostrar a presença maciça da Polícia Judiciária Civil. A ação  reuniu 24 investigadores, 6 escrivães e 1 delegado de polícia.

Responder

comment-avatar

*

*