Paranatinga: MT 130 esta bloqueada com caixões, tratores e caminhões.

Um grupo de moradores, produtores rurais e vereadores de Paranatinga, a 411 quilômetros de Cuiabá, bloqueou trecho da MT-130 nesta segunda-feira (11) em protesto contra as péssimas condições de tráfego da pista. Um dos líderes do movimento, Cleiton Rodrigues, que é vereador pelo município, afirmou que os moradores não suportam mais a situação, principalmente pelos prejuízos causados com o isolamento do município.

G1 tentou contato com a Secretaria Estadual de Pavimentação e Transporte Urbano (Septu), mas a assessoria não atendeu as ligações.

“Estamos abandonados. É muita precariedade. Os produtores estão perdendo o plantio, tem bois morrendo nos caminhões que encontram-se atolados”, declarou. Segundo ele, o grupo de 11 parlamentares estão permitindo somente a passagem de veículos com crianças, doentes e funerárias. “Não queremos prejudicar ninguém. Pelo contrário, queremos que a situação melhore”, pontuou.

Cleiton Rodrigues disse que, das rodovias estaduais que cruzam o município, somente 23 quilômetros são pavimentados. “Praticamente todas as rodovias estaduais são de terra”, disse, se referindo às MTs 130, 020 e 129. “Nosso protesto é um grito de socorro para que o governo olhe para o nosso município”, enfatizou.

Como não é possível fazer nenhuma obra de pavimentação asfáltica durante o período chuvoso, o vereador disse que o pedido é para que o governo do estado não retire os maquinários do local. “Na semana passada os maquinários paralisaram. Hoje o maquinário que tem aqui é insuficiente para atender a nossa região, ainda mais nesse período de chuva intensa”, reclamou.

Produtor de soja da região, Odir Nicolodi disse que está tendo muitos prejuízos em função das chuvas e das más condições das estradas. “Não estamos conseguindo trabalhar. Tem navio esperando no porto, mas não conseguimos mandar porque não tem como sair de lá”, reclamou.

Além dessas rodovias que cortam Paranatinga, há outras rodovias em condições intrafegáveis, como a MT-170 e 420.  As cidades de Aripuanã, Juruena, Cotriguaçu e Castanheira encontram-se isoladas e algumas já decretaram situação de emergência.

Responder

comment-avatar

*

*